Siga-nos

Notícias

De olho no cinturão, Jennifer Maia busca vitória convincente no UFC Nova York

Jennifer Maia é ex-campeã peso-mosca (57 kg) do Invicta FC – Diego Ribas

Em constante evolução desde sua estreia no Ultimate, em julho de 2018, Jennifer Maia está cada vez mais próxima de uma disputa pelo cinturão peso-mosca (57 kg) da organização. Quinta colocada no ranking da categoria, a brasileira encara Katlyn Chookagian, que ocupa a primeira posição no top 15 da divisão, neste sábado (2), pelo card do UFC Nova York. Por isso, a lutadora está ciente de que um triunfo convincente poderia colocá-la como a seguinte desafiante ao título até 57 kg, atualmente em poder da quirguistanesa Valentina Shevchenko.

Apesar de afirmar, em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, que o mais importante é conseguir o resultado positivo sobre Chookagian, Jennifer admitiu que ainda está em dívida com os fãs, que esperam por um triunfo por nocaute ou finalização. Após estrear no UFC com derrota para Liz Carmouche, a brasileira engatou duas vitórias consecutivas na organização, ambas na decisão dos juízes. Ainda que o mais importante seja ter a mão levantada após o duelo, a curitibana sabe que uma vitória contundente neste sábado consolidaria sua posição por uma disputa de cinturão.

“Acredito que estou a um passo da disputa do título. E acho que o mais importante é ter o braço erguido, a vitória, independente de como acontecer. Claro que o evento e o público gostam de uma luta agitada, que seja um show, e eu tento buscar isso nas minhas lutas. Vou tentar terminar a luta antes (dos três rounds), seja por nocaute ou finalização. Acho que o público está esperando isso de mim, faz muito tempo que minhas lutas terminam por pontos”, comentou a curitibana.

Além da vontade de se consolidar como próxima desafiante ao cinturão peso-mosca, Jennifer afirmou que tem outro motivo para buscar o término do combate antes dos 15 minutos regulamentares. De acordo com a brasileira, as recentes decisões polêmicas dos juízes em favor de Chookagian são um motivo de preocupação, ainda mais levando em consideração que a americana lutará em casa.

“Eu já ouvi vários comentários sobre as últimas lutas dela, que os resultados foram meio controversos. Então, é claro que é melhor não deixar dúvidas para os juízes. Vou fazer o possível para deixar a minha vitória bem clara e para não deixar nas mãos dos juízes”, garantiu Jennifer.

Em sua última aparição no octógono do UFC, a brasileira – ex-campeã peso-mosca do Invicta FC – teve problemas com o corte de peso e acabou excedendo o limite da categoria em mais de um quilo na pesagem do UFC San Antonio. Ciente de que um novo problema com a balança poderia atrapalhar seus planos de disputar o cinturão, Jennifer revelou à Ag. Fight que realizou mudanças em sua equipe, visando não repetir os erros do passado.

“Dessa vez está bem melhor (o corte de peso). Eu fiz uma mudança na minha equipe de nutricionista, então eu consegui ter um acompanhamento um pouco melhor para essa luta. Também tive mais tempo dessa vez porque na minha última luta foram apenas quatro semanas (de preparação). Estou bem mais saudável, conseguindo fazer tudo para bater o peso corretamente”, concluiu a lutadora da academia ‘Chute Boxe’.

Ativa no MMA profissional desde 2009, Jennifer Maia acumula 17 vitórias, cinco derrotas e um empate em seu cartel. Dentre seus triunfos,três vieram através de nocaute, cinco por finalização e nove na decisão dos juízes.

Mais em Notícias