Siga-nos
Natássia del Fischer/PxImages

Notícias

Daniel Cormier expressa seu carinho por Khabib: “Se não voltar a lutar, o amo mesmo assim”

O mistério em torno do futuro de Khabib Nurmagomedov no UFC segue como um dos principais temas na comunidade do MMA. Os fãs dividem opiniões quanto a volta do campeão do peso-leve (70 kg) do UFC ao esporte, Dana White ainda tenta convencer o atleta a sair da aposentadoria e Daniel Cormier encara a situação com outra perspectiva. O parceiro de treino e amigo do russo adiantou que vai apoiar qualquer decisão que ele possa tomar.

Em entrevista ao site ‘SCMP MMA’, Cormier revelou que adoraria ver o russo de volta à ação, mas, ao mesmo tempo, indicou que a possibilidade disso acontecer é improvável, já que o atleta nunca voltou atrás em suas palavras. ‘DC’ também garantiu que sua preocupação é com Khabib como pessoa, não como profissional e não escondeu todo afeto que tem por ele. Vale lembrar que a relação de ambos é de longa data e se iniciou antes mesmo de serem campeões do UFC. Inclusive, Khabib aprendeu inglês justamente por passar bastante tempo com Cormier na AKA, renomada academia.

“Fica muito difícil responder essa pergunta, porque você sabe o motivo do UFC ir atrás de Khabib. Todos o querem de volta. A realidade é que acredito na palavra do meu amigo. Se ele diz que não está lutando, então não está lutando. Se diz que está voltando, então está voltando. Só me importo com a pessoa Khabib. Não me importo se ele está lutando ou não. É claro que eu adoraria que ele lutasse. É sempre divertido vê-lo se preparar e competir e isso seria ótimo para o UFC, mas se Khabib não lutar, ainda amo o cara tanto quanto o amo quando está ativo”, declarou Cormier.

Khabib Nurmagomedov, de 32 anos, foi um dos lutadores mais dominantes da história do MMA. O russo iniciou sua carreira em 2008 e a encerrou de forma invicta, somando 29 vitórias. A ‘Águia’, como o atleta é chamado, estreou pelo UFC em 2012 e os triunfos mais importantes do campeão do peso-leve foram diante de Conor McGregor, Justin Gaethje, Dustin Poirier, Rafael dos Anjos, Edson Barboza e Gleison ‘Tibau’. Atualmente, o russo se transformou em homem de negócios e virou presidente do EFC (Eagle Fighting Championship), sua própria organização de MMA.

Mais em Notícias