Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Notícias

Dana White indica três lutadores que podem brilhar na temporada de 2021 do UFC

Nem mesmo a pandemia de COVID-19 que assolou o mundo e também o MMA impediu o UFC de fechar a temporada com um saldo positivo. Após se esforçar para realizar os eventos durante o período e disponibilizar inúmeros testes para os atletas e suas equipes, Dana White começa a planejar o cronograma para 2021. Entusiasmado com o retorno, o presidente da organização analisou o futuro de alguns de seus lutadores.

Ao participar do podcast ‘SHOUT! The Buffalo Football’, Dana abriu o jogo e revelou quais são os três atletas que os fãs devem prestar atenção nesta temporada. De acordo com o presidente do UFC, as promessas Joaquin Buckley, Kevin Holland e Khamzat Chimaev, que surgiram de forma rápida e impactante, têm tudo para dar continuidade ao grande momento que vivem e virar realidade. Primeiro, o cartola elogiou Chimaev, indicou o que mais gosta no sueco e lamentou o fato do atleta ter testado positivo para COVID-19.

“Obviamente, Khamzat. O que eu amo naquele garoto é que ele quer lutar o tempo todo. Há caras que são tão bons quanto ele e querem lutar o tempo todo, mas nem todos querem lutar com Khamzat, então é difícil fazer lutas. Coloque um pouco de COVID em cima disso e aqui estamos. Todos perguntaram o motivo de Khamzat sair da luta com Edwards, mas foi a COVID. Ele é um selvagem! Ele tentou voltar para a academia e treinar, mas acho que seus pulmões não responderam bem. O médico quer que ele dê um tempo até que volte a treinar”, declarou Dana, que também enalteceu as conquistas de Buckley e Holland em 2020.

“Você tem Kevin Holland que, assim como Chimaev, quer lutar o tempo todo. O garoto fez 5-0 em 2020! Ele é divertido, empolgante e apresentável. O outro é Joaquin Buckley, que teve em 2020 o momento que mais viralizou na história do UFC com aquele nocaute que aplicou em Impa (Kasanganay). Esses são apenas três de muitos”, concluiu.

Khamzat Chimaev, de 26 anos, iniciou sua trajetória no MMA em 2018, disputou nove lutas e venceu todas pela via rápida, sendo seis por nocaute e três por finalização. O sueco estreou pelo UFC em julho, impressionou por atuar três vezes em um período de três meses e por dominar seus adversários. Em sua última aparição, nocauteou Gerald Meerschaert em apenas 17 segundos. Atualmente, ‘Borz’ ocupa a 15ª posição no ranking do peso-meio-médio (77 kg).

Joaquin Buckley, de 26 anos, estreou pelo UFC em agosto e, na ocasião, foi nocauteado por Kevin Holland. Contudo, a promessa do peso-médio (84 kg) se recuperou e venceu as duas lutas que disputou na sequência. Em seu triunfo mais marcante, ‘New Mansa’ chocou o mundo ao aplicar um dos nocautes mais bonitos da história do MMA em Impa Kasanganay.

Kevin Holland, de 28 anos, vive o melhor momento de sua carreira. O norte-americano venceu as cinco lutas que disputou no UFC em 2020, sendo quatro delas por nocaute, e mudou de patamar na organização. ‘Trail Blazer’ se consolidou como uma força no peso-médio ao superar Ronaldo ‘Jacaré’ e com isso passou a ocupar a 10ª posição no ranking da categoria.

Mais em Notícias