Siga-nos

Notícias

COVID-19! Empresário revela que ex-campeã do UFC cancelou luta após falecimento de parentes

Rose Namajunas é ex-campeã peso-palha (52 kg) do UFC – Leandro Bernardes

Escalada para encarar Jéssica ‘Bate-Estaca’ no próximo dia 18 de abril, pelo UFC 249, Rose Namajunas se retirou do card e deixou a brasileira sem adversária, inicialmente sem explicar o motivo. Porém, nesta quinta-feira (9), seu empresário, Brian Butler-Au, divulgou um comunicado em sua conta oficial no ‘Instagram’ justificando a desistência de sua cliente ao revelar que a ex-campeã peso-palha (52 kg) sofreu duas perdas na sua família em decorrência da pandemia do novo coronavírus (veja abaixo ou clique aqui).

No comunicado, o empresário ainda solicitou que as pessoas respeitem a privacidade da atleta no momento, mas garantiu que ela estará de volta aos octógonos assim que possível. O confronto contra ‘Bate-Estaca’ – originalmente programado para o co-main event do UFC 249 – marcaria a revanche do primeiro encontro entre elas, realizado em maio do ano passado, quando Rose perdeu o cinturão peso-palha ao ser nocauteada pela brasileira.

“Rose Namajunas se retirou do UFC 249 devido a duas mortes em sua família relacionadas ao coronavírus. Suas esperanças são de retornar ao octógono o mais breve possível, mas por agora nós pedimos às pessoas para respeitarem sua privacidade neste período”, dizia o comunicado divulgado pelo empresário de Namajunas.

Antecipando possíveis complicações para entrar em território norte-americano mais próximo à data do evento, Jéssica e sua equipe voaram para os Estados Unidos antecipadamente. Agora sem adversária, a brasileira aguarda uma definição do Ultimate, que procura uma nova oponente para enfrentá-la.

Após cancelar três shows consecutivos, o Ultimate mira retomar suas atividades a partir do dia 18 de abril, com o UFC 249. Ainda sem divulgar o local exato que receberá o evento, a organização deve utilizar uma reserva indígena localizada na Califórnia (EUA) como sede, tanto para esta edição como para as dos próximos dois meses, como prometido por Dana White. O presidente da liga ainda sinaliza com a utilização de uma ilha particular, que estaria sendo preparada para acomodar os combates dos lutadores estrangeiros que não conseguirem entrar nos Estados Unidos.

Mais em Notícias