Siga-nos
Rigel Salazar/PxImages

Notícias

Conor McGregor nega acusações e critica onda de ‘fake news’: “A verdade é poder”

Conor McGregor voltou a ser notícia. Depois de ser acusado de assédio sexual na última semana, o ex-campeão do UFC supostamente teria utilizado suas redes sociais para postar textos enigmáticos que foram interpretados como mensagens de teor suicida. Foi o que bastou para nova polêmica envolver o nome do irlandês a ponto dele se pronunciar.

Através de um longo texto publicado em sua conta privada no ‘Facebook’, Conor negou veementemente a intenção de tirar sua própria vida – as mensagens não estão mais online. Ainda em seu relato, o lutador criticou as intensas e seguidas críticas que recebe e chamou de mentirosas as recentes acusações de assédio sexual.

“Nunca vou me matar, não importa quantos desejem isso. Tentem criar situações contra mim, seus m***, o quanto quiserem, a verdade sempre me libertará! Seja alegações de que sou pai, de estupro, de atentado ao pudor, p*** de grupo de ‘WhatsApp’. A m***  que vocês inventarem. Nunca vou me derrubar! A verdade é a verdade e me dá asas! Eu conheço meu caráter! Deus abençoe o DNA! Deus abençoe o circuito interno de TV! Deus abençoe testemunhas oculares! Deus abençoe a verdade! A verdade é poder! Sou livre!”, relatou no início de seu post.

Sem competir desde janeiro, quando nocauteou Donald Cerrone em menos de um minuto, Conor McGregor anunciou sua aposentadoria meses depois após tentar negociar uma revanche com Khabib Nurmegomedov. Desde então, o atleta utilizou suas redes sociais seguidamente para provocar possíveis rivais e levantar a possibilidade de retornar ao octógono.

Mais em Notícias