Siga-nos

Notícias

Comentarista do UFC rebate defesa de Herb Dean e pede que árbitro assuma erro

Herb Dean é um dos árbitros mais experientes no octógono – Leandro Bernardes

Ao que parece, Dan Hardy não ficou satisfeito com as explicações dadas por Herb Dean para justificar a possível interrupção tardia do combate entre Francisco ‘Massaranduba’ e Jai Herbert, realizado no último sábado (25). Principal crítico do experiente árbitro após o episódio ocorrido no quarto evento promovido pelo UFC na ‘Ilha da Luta’, o ex-lutador e atual comentarista do Ultimate fez uma longa transmissão ao vivo em seu canal no Youtube para refutar os argumentos de Herb Dean.

No vídeo, Hardy voltou a apontar o erro de julgamento do árbitro, e destacou que não foi o único a perceber que o combate deveria ter sido interrompido imediatamente após Jai Herbert cair ao solo, já que o próprio ‘Massaranduba’ parou de atacar o oponente ao vê-lo nocauteado e sem reação. O comentarista ainda se mostrou preocupado com a falta de auto crítica por parte de Herb Dean, que não parece disposto a admitir o suposto erro, fato que poderia torná-lo recorrente.

“Quando eu o vi (Herbert) cair, eu sabia que ele estava apagado. Assisti MMA o suficiente, estive em lutas o suficiente, e coloquei pessoas suficientes nessa situação para saber quando alguém não está apto a continuar, e Trinaldo (Massaranduba) também. Infelizmente para Herb, se Trinaldo tivesse continuado a socar, Herb teria interrompido a luta e nós não estaríamos tendo essa conversa. Mas Trinaldo parou por uns bons três segundos, e é por isso que o problema apareceu, porque pontuou o momento onde Herb deveria ter dado um passo e reconhecido que a luta não deveria continuar”, ressaltou Dan Hardy.

“Ele é um bom árbitro. Ele cometeu um erro aqui. O problema não é com Herb. O problema é com não assumir a responsabilidade pelos erros. Essas são as circunstâncias onde alguém precisa ter uma conversa com o árbitro quando isso acontece. Eu não sei como o processo acontece. Eu não sei se existe um processo. Se existe, alguém por favor me ilumine, porque esses são os momentos onde colegas do árbitro devem dizer: ‘Veja, essa foi uma interrupção ruim, e é por isso que você precisa reconhecer isso’. Porque se o árbitro não reconhecer isso como uma interrupção ruim, não existe razão para crer que isso não vai continuar a acontecer. Responsabilidade é importante porque nós aprendemos com ela”, concluiu.

Mais em Notícias