Siga-nos

Notícias

CEO da Mayweather Promotions afirma que McGregor levaria “palmadas na bunda” em revanche

Desde que Conor McGregor ter resistido durante dez rounds na luta de boxe contra Floyd Mayweather, em 2017, a possibilidade de uma revanche entre os dois tem sido especulada por parte dos fãs e da imprensa especializada. E, de acordo com Leonard Elleber – CEO da ‘Mayweather Promotions’ – o irlandês sabe o que fazer para que o combate saia do papel.

Em entrevista ao site ‘TMZ Sports’, Elleber provocou McGregor e disse que o ex-campeão dos pesos-penas (66 kg) e dos leves (70 kg) do UFC seria derrotado novamente por Floyd. Presidente da empresa responsável por administrar a carreira do pugilista ex-campeão mundial, Leonard garantiu que revanche dependeria apenas da vontade de Conor.

“Conor McGregor sabe que ele é sempre bem-vindo a levar umas palmadas na bunda. (…) Se Conor quiser um pouco disso novamente, ele sabe o que fazer. (…) Floyd iria fazer com que ele levasse umas palmadas na bunda”, provocou o empresário.

Aos 42 anos, Floyd Mayweather voltou da aposentaria para enfrentar McGregor em uma superluta de boxe em agosto de 2017. Com o nocaute no décimo round, o americano manteve o cartel invicto e alcançou a vitória de número 50 como profissional. Depois disso, ele novamente anunciou que penduraria as luvas.

Em dezembro do ano passado, Floyd retornou aos ringues para enfrentar o japonês Tenshin Nasukawa na liga asiática de MMA ‘Rizin’. Apesar de ter nocauteado o rival, Mayweather não teve a vitória contabilizada no cartel, já que a luta foi denominada como um combate de exibição.

Mais em Notícias