Siga-nos
Leandro Bernardes / PxImages

Notícias

Brandon Moreno reclama de furada de fila de Garbrandt rumo ao cinturão do UFC

Número dois do ranking do UFC e virtualmente próximo desafiante ao cinturão dos pesos-moscas (57 kg), Brandon Moreno viu Cody Garbrandt, ex-campeão dos galos (61 kg), furar a fila e garantir uma disputa de título para o final da temporada 2020. E a decisão não passou despercebida pelo atleta mexicano, que tratou de questionar a escolha do americano.

Em entrevista ao podcast do site ‘MMA Fighting’, Moreno relembrou as seguidas derrotas que Cody sofreu antes de vencer o brasileiro Raphael Assunção em sua última luta. O retrospecto, além de não justificar um ‘title shot’ na visão do mexicano, também colocaria em risco a saúde do atleta da Alpha Male, que fará sua estreia na categoria dos moscas.

“Sei que ele precisa falar e fazer essas coisas para a imprensa e mostrar sua confiança, mas sei que na sua mente ele sabe que não merece (o title shot). Ele foi nocauteado de forma horrorosa. (…) Ele caiu inconsciente e os médicos tiveram que acordar ele. E isso aconteceu três vezes seguidas. O cérebro dele não pode estar saudável”, provocou Brandon.

Sem perder a quatro lutas, Moreno, de 26 anos, não se furtou que apontar um possível motivo que teria levado os promotores do UFC a escalar Cody para disputar o título logo em sua primeira aparição na categoria. E, como esperado, o jovem atleta culpou o interesse na venda de pay-per-views como o fator que o colocou em segundo plano.

“É ótimo que ele venceu a luta e quebrou a sequência de derrotas. Mas ele não estava em posição de merecer nada como peso-mosca. Mas voltamos para a mesma coisa. O UFC quer vender pay-per-view, e quem é o maior nome? Cody Garbrandt”, finalizou.

Atual campeão da categoria, Deiveson Figueiredo mede forças com Garbrandt no dia 21 de novembro, em sua primeira defesa de cinturão dos pesos-moscas.

Mais em Notícias