Siga-nos

Notícias

Blachowicz destaca superioridade física como arma para derrotar ‘Jacaré’ no UFC SP

Jan Blachowicz encara Ronaldo ‘Jacaré’ no UFC São Paulo – Marcel Alcântara

Atual número cinco do ranking meio-pesado (93 kg) do UFC, Jan Blachowicz encara Ronaldo ‘Jacaré’ no dia 16 de novembro, na luta principal do UFC São Paulo. O brasileiro, que costumava competir no peso-médio (84 kg), será o segundo adversário seguido que o polonês recebe na categoria dominada por Jon Jones. Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, o atleta europeu afirmou que acredita na sua superioridade física para sair vitorioso contra o amazonense, que faz sua estreia na nova divisão.

Em sua última luta, em julho deste ano, Jan Blachowicz nocauteou Luke Rockhold, ex-campeão peso-médio do UFC e que, assim como seu próximo oponente, fazia sua estreia entre os meio-pesados. Ainda que admita que os lutadores são diferentes, e o que aconteceu em um combate não necessariamente se carrega para o seguinte, o polonês demonstrou confiança ao analisar o duelo contra o multicampeão da arte suave.

“Eu acredito que terei a vantagem na força. Eu tenho lutado até 93 kg por toda a minha vida. É um cardio diferente, um poder diferente, força diferente, condicionamento diferente. Eu sei como as coisas são (nessa categoria), vamos ver como Jacaré vai se sentir nessa divisão”, destacou Jan, antes de completar.

“Vou usar meu alcance, minha trocação para vencê-lo. Eu sempre busco manter a luta em pé o tempo inteiro, não é um segredo, mas se algo acontecer, e a luta for para o solo, eu vou estar preparado para o jiu-jitsu. Eu também sou um faixa-preta, sei como lutar no chão, sei como usar o jiu-jitsu”, afirmou o meio-pesado à Ag. Fight.

Nem mesmo a tradicional pressão exercida pelo público brasileiro nos eventos do UFC no país assusta o polonês. Acostumado a se apresentar na casa dos adversários, Blachowicz declarou que pretende utilizar a torcida contra como algo que o motive durante o combate. A única preocupação demonstrada pelo lutador, ainda que de forma jocosa, é com uma possível decisão tendenciosa dos juízes, caso a luta não seja finalizada antes dos cinco rounds previstos.

“Eu vou usar essa pressão contra ele. Eu sei como utilizar a energia negativa como combustível para o meu corpo. Quanto mais eles gritarem, mais força eu vou ter. Não vai ser a primeira vez que eu vou lutar no território do meu oponente, então, eu vou estar pronto para essa pressão da torcida”, explicou o polonês, antes de comentar sobre seu receio.

“Eu não quero que a luta dure os cinco rounds. Eu tenho que finalizá-lo rapidamente. Eu não tenho tanto tempo. É melhor acabar com a luta antes do tempo regulamentar. Sempre! É isso que eu vou tentar fazer”, contou Jan.

Blachowicz compete pelo UFC desde outubro de 2014, mas seus resultados iniciais não condiziam com os de um lutador de destaque na organização. No entanto, a partir de outubro de 2017, com uma vitória sobre Devin Clark, em seu país natal, o polonês engrenou uma sequência positiva, na qual acumula cinco vitórias e apenas uma derrota, para Thiago ‘Marreta’, último desafiante ao título da divisão. Na conversa com a reportagem da Ag. Fight, o atleta explicou que seu bom momento se deve ao retorno à equipe ‘Berkut WCA Fight Team’, onde é comandado pelo treinador Robert Jocz.

“Quando eu assinei o contrato com o UFC, eu troquei de academia. E isso foi um erro. Agora estou de volta com o meu antigo treinador, e quando eu treino com ele eu ganho quase sempre. Então eu voltei a ser treinado por ele, e olha onde eu estou agora, número cinco no ranking até 93 kg. Tudo está perfeito agora. Voltei a me sentir feliz treinando, lutando e, consequentemente, voltei a vencer”, finalizou o meio-pesado.

Apesar de afirmar que está focado no combate contra Ronaldo ‘Jacaré’, Jan Blachowicz admitiu que, em caso de vitória sobre o brasileiro, aguarda por uma chance pelo cinturão da categoria contra o campeão Jon Jones. O UFC São Paulo acontece no Ginásio do Ibirapuera, no dia 16 de novembro.

Mais em Notícias