Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Notícias

Bisping expressa interesse em luta de boxe contra Jake Paul: “Desrespeito com o MMA”

O sucesso de Jake Paul no boxe ainda incomoda parte dos atletas dos esportes de combate. Após vencer Tyron Woodley, ex-campeão do UFC, em agosto, em Cleveland (EUA), o youtuber se consolidou como uma espécie de caçador de lutadores de MMA. Como reprova tal imagem, Michael Bisping se prontificou a representar a modalidade, com o intuito de colocar um ponto final na boa fase do astro da internet no ringue.

Em seu podcast ‘Believe You Me’, o ex-campeão do UFC e atual comentarista expressou o interesse em voltar a lutar apenas para dar um choque de realidade em Jake e, possivelmente, aposentá-lo. Para isso acontecer, o inglês terá que receber a autorização de alguma Comissão Atlética, já que uma séria lesão sofrida no duelo contra Vitor Belfort, em 2013, resultou na perda de um de seus olhos e na utilização de uma prótese de vidro no lugar.

De acordo com ‘The Count’, o youtuber venceu Ben Askren e Woodley, no boxe, porque a dupla é oriunda do wrestling, ou seja, possui pouco conhecimento na trocação, principalmente, ao utilizar os punhos. Como Bisping ficou conhecido no MMA por sua trocação de bom nível e condicionamento físico invejável, o inglês cravou que é o profissional ideal para desbancar Jake, mesmo aos 42 anos. Vale destacar que o youtuber e o ex-campeão do UFC já discutiram e, por pouco, a luta de boxe entre os rivais não foi marcada. Na ocasião, ‘The Count’ minimizou a polêmica, mas tudo indica que mudou de ideia.

“Assisti aquela luta que Woodley nunca apareceu. Agora, a narrativa é que Jake Paul está vencendo todos os lutadores de MMA e pensei que tenho que fazer algo sobre isso. Se eu conseguir encontrar uma comissão, em algum lugar, que me permita lutar, adoraria acabar com Jake Paul. Alguém tem que fazer isso”, decretou o ex-campeão do UFC, antes de completar.

“Nada pessoal contra o cara. Eu não odeio ele, mas Woodley nunca apareceu. Ele tem mais medo de ficar sem gás do que de levar um soco no rosto. Askren não era um representante de qualquer espécie. Eu, simplesmente, não gosto do desrespeito que existe na comunidade do MMA”, concluiu.

Michael Bisping, de 42 anos, se aposentou do MMA em 2017 e teve uma carreira de sucesso no esporte. Além do título do peso-médio (84 kg) do UFC, o britânico também venceu a terceira edição do TUF. Em sua carreira, ‘The Count’ disputou 39 lutas, venceu 30 e perdeu nove vezes. Seus triunfos mais marcantes na modalidade foram sobre Alan Belcher, Brian Stann, Anderson Silva, Dan Henderson, Luke Rockhold e Thales Leites.

Mais em Notícias