Siga-nos
Carlos Antunes

Eventos internacionais

Presidente do ‘Bare Knuckle FC’ admite interesse em contratar ‘Cigano’ e Overeem

Cortados pelo UFC na última quarta-feira (3), os veteranos Alistair Overeem e Júnior ‘Cigano’ não devem ficar muito tempo livres no mercado. A dupla já está no radar das demais entidades dos esportes de combate e, ao que parece, Paige VanZant pode ganhar a companhia dos ícones do peso-pesado no ‘Bare Knuckle FC’, organização americana de boxe sem luvas.

Em entrevista ao site ‘BJPenn.com’, David Feldman, presidente da companhia, não só expressou o interesse em contar com ‘Cigano’ e Overeem, como também revelou que a primeira aproximação com os atletas já foi realizada. Apesar do ‘BKFC’ não ser bem visto por parte dos fãs de MMA, a organização ganha destaque, justamente, por abrigar lutadores com passagem pelo UFC.

Recentemente, VanZant assinou um lucrativo contrato com a empresa. Além da americana, os veteranos Antônio ‘Pezão’, Artem Lobov, Chris Leben, Gabriel ‘Napão’, Hector Lombard, Melvin Guillard,  Thiago ‘Pitbull’, entre outros já integraram o plantel de atletas do evento.

“Sim, estamos interessados ​​em ‘Cigano’ e Overeem. Já fizemos contato com eles e suas equipes. Vamos ver o que acontece”, contou Feldman.

Alistair Overeem estreou no MMA em 1999 e integrou diversas companhias conhecidas do esporte, como o PRIDE FC, Strikeforce, UFC, entre outras. Ao longo de sua trajetória, o holandês conquistou o cinturão do peso-pesado do Strikeforce, DREAM e K-1, organização especializada em trocação. Suas vitórias mais importantes na modalidade foram sobre Brock Lesnar, Fabrício Werdum (duas vezes), Frank Mir, Júnior ‘Cigano’, Vitor Belfort (duas vezes) e Sergei Kharitonov.

Júnior ‘Cigano’ iniciou sua carreira no esporte em 2006 e chegou ao UFC dois anos depois. Pela maior organização de MMA do mundo, o brasileiro disputou 23 lutas, venceu 15 e se tornou campeão do peso-pesado em 2011, quando nocauteou Cain Velasquez em pouco mais de um minuto. Além de Cain, as maiores vitórias do atleta foram diante de Derrick Lewis, Fabrício Werdum, Frank Mir, Mirko ‘Cro Cop’, Shane Carwin e Stipe Miocic. O profissional encerrou sua passagem pelo Ultimate como o terceiro pesado que mais triunfou na história da companhia.

Mais em Eventos internacionais