Siga-nos
Matt Davies/PxImages

Eventos internacionais

PFL: Larissa Pacheco bate campeã olímpica de judô e leva prêmio milionário

Até então imparável no MMA, a bicampeã olímpica de judô Kayla Harrison era ampla favorita para ampliar sua invencibilidade e manter o título do PFL nesta sexta-feira (25), em Nova York (EUA). No entanto, a brasileira Larissa Pacheco quebrou a banca na grande final da temporada e, em confronto equilibrado, bateu a americana por pontos.

O resultado, que liderou o card do PFL 10, consagrou Larissa como a nova campeã dos pesos-leves (70 kg) da organização, o que lhe garantiu o prêmio de um milhão de dólares (cerca de R$ 5.4 milhões) – o valor é entregue para cada um dos campeões das seis categorias que foram colocadas em jogo ao longo do ano.

Curiosamente, Kayla havia vencido Larissa em duas ocasiões na temporada 2019. No ano passado, as atletas também se credenciaram para a grande final, mas, no entanto, a brasileira teve problemas com o corte de peso e ficou de fora da disputa pelo prêmio milionário.

Nesta sexta, porém, a ex-campeão do Jungle Fight mostrou sua evolução física e defendeu diversas das tentativas de quedas de Kayla, que pareceu frustrada e, por vezes, sofreu com os fortes golpes de Larissa na trocação.

Com o resultado, Larissa ampliou seu cartel profissional para 19 vitórias e quatro derrotas. Aos 28 anos, a atleta também já teve curta passagem pelo UFC, quando perdeu duas lutas na divisão dos pesos-galos (61 kg) e foi demitida.

Neste mesmo card, o peso-pesado curitibano Matheus Scheffel perdeu a revanche contra o croata Ante Delija e perdeu a chnce de levar para casa o polpudo cheque!

A luta

Confiante, Larissa dominou o centro do octógono no início do confronto e apostou em golpes de encontro. No entanto, a americana não demorou para clinchar e variar a pegada em pé para uma queda no segundo minuto da disputa. Por cima, a americana travou o quadril e os ombros da rival e investiu em ataques no ground and pound. Vantagem na parcial! Kayla 10 x 9 Larissa.

Na segunda etapa, Larissa voltou mais agressiva e acertou um potente golpe no rosto da rival. Na sequência, ao cair por baixo, a brasileira concluiu uma bonita raspagem, apesar de não segurar a rival por baixo por muito tempo. Melhor na etapa, a ex-campeã do Jungle Fight pressionou na luta em pé e conectou os melhores golpes, além de bloquear as quedas da oponente. Tudo igual! Kayla 19 x 19 Larissa.

Ao sentir o peso da mão da oponente, Kayla não demorou em mergulhar em queda nos primeiros segundos do terceiro assalto. Por cima, a americana encontrou dificuldades para fazer sua postura de ataque uma vez que Pacheco não parava de atacar. Em determinado momento, ela encaixou um triângulo e uma omoplata que obrigou a judoca a se esforçar para se defender. No entanto, ao escapar, a americana passou a guarda, montou e puniu com ataques no ground and pound. Assalto equilibrado! Kayla 29 x 28 Larissa.

Logo que o quarto round começou, a campeã olímpica de judô insistiu em quedas até derrubar a brasileira. Resistente e incansável, Larissa chegou a levantar e, aproveitando nova tentativa de double leg, pegar as costas da campeã. No final da etapa, a brasileira ainda se raspou e caiu por cima, de onde atacou a adversária com socos no corpo. Assalto movimentado. Kayla 38 x 38 Larissa.

Ciente da importância de não cair por baixo, a brasileira respondeu a cada tentativa de queda com golpes no corpo da americana, que insistiu em seguidas catadas de perna. Com duas quedas, Kayla equilibrou a disputa, mas não traduziu o controle das ações no solo em contundência de seus ataques. Nova vantagem de Larissa, nova campeã do PFL. Kayla 47 x 48 Larissa.

Acompanhe os resultados do PFL 10:

Larissa Pacheco venceu Kayla Harrison por decisão unânime;
Brendan Loughnane nocauteou Bubba Jenkins no 4º round;
Ante Delija nocauteou Matheus Scheffel no 1º round;
Aspen Ladd venceu Julia Budd por decisão dividida;
Olivier Aubin-Mercier nocauteou Stevie Ray no 2º round;
Sadibou Sy venceu Dilano Taylor por decisão unânime;
Rob Wilkinson venceu Omari Akhmedov por interrupção médica;
Sheymon Moraes nocauteou Marlon Moraes no 3º round;
Natan Schulte finalizou Jeremy Stephens no 2º round;
Magomed Magomedkerimov venceu Gleison Tibau por decisão unânime;
Dakota Ditcheva nocauteou Katherine Corogenes no 1º round;
Biaggio Ali Walsh nocauteou Tom Graesser no 1º round.

Mais em Eventos internacionais