Siga-nos
Reprodução/Instagram

Eventos internacionais

André Galvão mostra respeito e enaltece bicampeão do ONE em sua estreia pela liga

Lenda do jiu-jitsu, André Galvão tem um compromisso importante neste sábado (26), em Singapura, no ‘ONE Championship: X’. O brasileiro vai fazer sua estreia na organização asiática em uma luta de grappling contra Reinier de Ridder, principal estrela dela. Apesar de ser desafiado pelo campeão do peso-médio (93 kg) e dos meio-pesados (102 kg), o veterano ignorou o ‘trash talk’ feito pelo oponente.

Se De Ridder provocou o ícone do jiu-jitsu e prometeu vencer por finalização, o brasileiro adotou uma postura completamente oposta. Na coletiva de imprensa pré-show, André elogiou o adversário e mostrou ser um profundo conhecedor de sua carreira. No MMA, o holandês segue invicto e se notabiliza pela qualidade no grappling. Sendo assim, por mais que tenha imortalizado seu nome como um dos grandes praticantes da arte suave, o veterano reconhece o valor do atual oponente e deixa claro que, mesmo sem competir desde 2019, está motivado para encarar aquele que é apontado por parte dos fãs como um dos principais lutadores fora do UFC.

“Não estou encarando essa luta como uma luta fácil. Eu sempre pego os caras durões. É uma ótima introdução, com certeza. Ele é o cara mais duro do ONE e sabe jiu-jitsu. Definitivamente, essa luta vai mostrar quem é André Galvão no ONE. É uma grande tarefa para ele também. Ele pode testar seu grappling contra mim. Ele é faixa-preta, não é apenas um lutador de MMA, aqueles caras que treinam só um pouco de jiu-jitsu. Sua formação é o jiu-jitsu. Ele compete no jiu-jitsu e sabe jiu-jitsu. Além disso, é bicampeão e está invicto. Ele tem todas as qualidades e isso significa que tem coração. Ele trabalha muito duro, tem disciplina”, declarou o veterano.

André Galvão, de 39 anos, chega ao ONE Championship para esbanjar sua qualidade na luta agarrada. Inclusive, a companhia asiática informa que o atleta vai poder participar de combates de MMA e de grappling, sua especialidade. O brasileiro é líder da ‘Atos Jiu-Jitsu’ e possui um currículo extenso no esporte. Nele, se destacam os títulos do ‘ADCC’, mundial de jiu-jitsu, pan-americano, entre outras competições.

Mais em Eventos internacionais