Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Entrevistas

‘Zumbi Coreano’ desafia Holloway no UFC e provoca: “Não tem poder nos socos”

Ao que parece, Chan Sung Jung está preparado para voltar a enfrentar os grandes nomes do peso-pena (66 kg) do Ultimate. No UFC Vegas 29, evento realizado no último sábado (19), em Las Vegas (EUA), ‘Zumbi Coreano’ venceu Dan Ige com autoridade na luta principal da atração e apagou a má impressão deixada contra Brian Ortega. Agora, o sul-coreano, número quatro no ranking da categoria, desafiou um ex-campeão.

Na coletiva de imprensa pós-UFC Vegas 29, ‘Zumbi Coreano’ expressou o interesse em lutar contra Max Holloway. Apesar de respeitar o ex-campeão do peso-pena, o sul-coreano provocou ao destacar que o havaiano não possui poder de nocaute. De fato, ‘Blessed’ se tornou conhecido no MMA por conta de sua versatilidade e volume de golpes na trocação.

Inclusive, uma possível luta entre Holloway e ‘Zumbi Coreano’ constantemente habita o imaginário de parte dos fãs de MMA, por conta da qualidade da dupla na trocação. Como o sul-coreano voltou a vencer no UFC e permaneceu em destaque no peso-pena, o duelo entre os atletas faz sentido. Até porque ‘Blessed’ saiu do combate com Yair Rodriguez devido a uma lesão misteriosa e a companhia ainda não remarcou o confronto.

“Holloway não tem poder nos socos, mas eu tenho e posso vencer. À medida que subo na classificação, fica cada vez mais difícil obter um nocaute ou uma finalização e peço desculpas por isso. Estou feliz com meu desempenho”, declarou o asiático.

“Essa luta realmente me deu a confiança de que posso misturar as coisas e ser campeão. Definitivamente, quero uma chance de disputar o título. Se eu não conseguir, estou disposto a lutar com Holloway. Respeito Yair e não quero fazer o tipo de salto, quando eles estavam prontos para lutar”, concluiu.

Chan Sung Jung, de 34 anos, é um dos lutadores mais populares do plantel do UFC por conta de seu estilo de luta agressivo. Conhecido no MMA como ‘Zumbi Coreano’, seu apelido virou uma espécie de marca registrada. O asiático estreou na organização em 2011, disputou dez combates, venceu sete, sendo seis pela via rápida, e perdeu três vezes. O atleta já disputou o título do peso-pena e seus triunfos de maior destaque no esporte foram diante de Dustin Poirier e Frankie Edgar.

Mais em Entrevistas