Siga-nos
Diego Ribas

Entrevistas

Turman exalta ajuda de ‘Poatan’ e Glover em camp para o UFC 281: “Muito sortudo”

Neste sábado (12), Wellington Turman entra em ação pelo UFC 281, em Nova York. Para seu confronto diante de Andre Petroski, o brasileiro contou com o auxílio de luxo de duas estrelas do MMA nacional: Glover Teixeira e Alex ‘Poatan’. Parceiro de equipe dos dois na ‘Teixeira MMA e Fitness’, o peso-médio curitibano exaltou a importância dos compatriotas durante o camp para sua evolução no esporte.

Em entrevista exclusiva à Ag Fight, durante o media day do evento, Turman também comemorou a proximidade de sua luta com as de seus parceiros – Poatan também entra em ação neste sábado, enquanto Glover compete no início de dezembro. De acordo com o jovem de 26 anos, o ‘timing’ ajudou para que todos da equipe cheguem na ponta dos cascos na reta final do período de treinamentos.

“Ajuda (o timing), ainda mais com a gente. Somos muito parceiros. Um está ali pelo outro, ninguém está para passar por cima do outro, um sempre ajudando o outro no camp. Foi um camp incrível, treinar com esses caras é um prazer. Sou muito sortudo de estar ali. Em um ano estou aprendendo coisas que aprenderia em cinco, caso estivesse em outra equipe. Estou muito feliz de estar lá com eles (Poatan e Glover)”, celebrou, antes de falar especificamente sobre Poatan, que também compete entre os pesos-médios.

“Ele é um cara sensacional, às vezes a gente está treinando e ele para o treino dele para ensinar alguma coisa que estou fazendo de errado. Nunca treinei muita trocação no Brasil, treinava mais grappling, porque não tinha tanto esses caras bons como o Poatan (…) Estou melhorando muito minha parte do striking, e melhorando com um dos melhores do mundo. Cara que é campeão do Glory, vai ser o próximo campeão do UFC, então é sensacional para mim”, completou.

Com apenas 26 anos, Wellington Turman vive boa fase no Ultimate, vindo de duas vitórias. Mas para manter o retrospecto positivo, o brasileiro precisa superar o americano Petroski, que está invicto na companhia, com três triunfos. O duelo entre os dois, válido na divisão até 84 kg, compõe o card preliminar do UFC 281.

Mais em Entrevistas