Siga-nos

Entrevistas

Patrício ‘Pitbull’ visa trilogia com AJ McKee e detona rival: “Fala muita besteira”

Ao que tudo indica, Patrício ‘Pitbull’ e AJ McKee realmente protagonizarão o terceiro capítulo da maior rivalidade presente no Bellator no momento. Desafetos declarados e atualmente empatados em um a um no retrospecto direto, ambos atletas fazem campanha para uma eventual trilogia. Ansioso para desempatar a disputa a seu favor, o brasileiro indicou, em entrevista exclusiva à Ag Fight, que o ‘Mercenário’ deve mesmo ser seu próximo adversário na organização.

Ainda de acordo com o atual campeão peso-pena (66 kg) do Bellator, um fator inusitado fez com que a trilogia ganhasse ainda mais força recentemente. Um dos maiores prospectos da liga e apontado por Patrício como um provável próximo desafiante ao cinturão, Aaron Pico sofreu uma lesão séria no ombro em sua última luta. 

“Tem a trilogia com o AJ McKee, temos que resolver esse assunto mal acabado. Ele fala muita besteira, temos que encerrar de vez esse papo dele (…) Tem ganhado corpo (a trilogia), exatamente por esse motivo (lesão do Pico). Se o Aaron Pico tivesse vencido sua luta, provavelmente ele seria o desafiante, mas não foi o caso (…) Então está parecendo que vai ter a trilogia com o AJ McKee mesmo”, projetou Patrício.

AJ McKee e Pitbull entraram em ação no mesmo card – Bellator 286 -, no último sábado (1º), na luta co-principal e no ‘main event’, respectivamente. Após a realização do show, durante a coletiva de imprensa, o lutador americano provocou Patrício ao qualificar sua vitória contra Adam Borics como uma “luta horrível”. No entanto, na opinião do brasileiro, quem competiu sem a técnica esperada de um atleta profissional foi o ‘Mercenário’, em seu confronto diante de Spike Carlyle, entre os pesos-leves (70 kg).

“Eu dei uma aula, lutei contra um cara que só tem uma derrota na vida. Dei uma aula de MMA. Anulei o cara em pé, coloquei para baixo na hora que tinha que colocar para baixo, montei, peguei as costas, fiz de tudo. E ele que fez uma briga de rua, uma briga de bar. Socou cotovelo, chutou traseiro, bateu em bico de joelho, pelo amor de Deus. Luta horrível foi a dele, quem viu a luta sabe”, disparou.

McKee e Patrício mediram forças pela primeira vez em julho de 2021, quando o americano finalizou o brasileiro e conquistou o cinturão até 66 kg. Pouco menos de um ano depois, em abril deste ano, o caçula dos irmãos ‘Pitbull’ deu a volta por cima e voltou a reinar na divisão ao derrotar AJ por decisão unânime dos juízes.

Mais em Entrevistas