Siga-nos

Entrevistas

Marlon Moraes promete não forçar a barra por cinturão peso-galo do UFC

Sem lutar desde dezembro do ano passado, Marlon Moraes viu a pandemia do novo coronavírus e a aposentadoria de Henry Cejudo – ex-campeão peso-galo (61 kg) do UFC – atrapalharem seus planos de voltar a disputar o título da divisão. O brasileiro estava escalado originalmente para encarar o russo Petr Yan, em evento do Ultimate que seria realizada no Cazaquistão, enquanto o antigo soberano da categoria defenderia sua cinta diante de José Aldo, no Brasil, mas a crise mundial de saúde obrigou a organização a cancelar ambos os shows.

Sem poder entrar nos Estados Unidos por conta da pandemia, o manaura foi substituído por Dominick Cruz, que acabou superado pelo então campeão Henry Cejudo, no que viria a ser a luta de despedida do americano. Com o cinturão vago e a ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi (EAU), como alternativa para os atletas impedidos de viajar para o país norte-americano, o UFC escalou Aldo e Petr Yan para duelarem pelo título dos galos, em julho deste ano, deixando Marlon oficialmente sem oponente.

Agora, com o russo coroado como novo campeão da divisão e já tendo o nome de Aljamain Sterling especulado como primeiro desafiante a tentar destronar Yan, o lutador de Nova Friburgo (RJ) finalmente retorna ao octógono neste sábado (10), diante de Cory Sandhagen, na luta principal do UFC ‘Fight Island 5’. E, ainda que tenha visto o topo da categoria se movimentar que ele fizesse parte, Marlon demonstra tranquilidade e paciência para aguardar uma nova chance de lutar pelo cinturão.

“Acho que no UFC nada se perde. É um evento altamente disputado, (com) os melhores lutadores de MMA do mundo. E acho que as coisas acontecem, você tem que criar as oportunidades. Eu quero estar em atividade, quero estar lutando, provando que eu sou um dos melhores. Se tiver que acontecer de lutar pelo cinturão, vai acontecer. Mas nada forçado. A oportunidade vai vir”, analisou ‘Magic’, como é conhecido, em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight (veja acima ou clique aqui).

Atual primeiro colocado no ranking peso-galo, Marlon Moraes vem de vitória por decisão dividida sobre José Aldo no UFC 245, disputado em dezembro de 2019. O lutador fluminense teve a oportunidade de conquistar o título da categoria em junho do ano passado, mas acabou nocauteado por Henry Cejudo, na edição 238 do Ultimate.

Mais em Entrevistas