Siga-nos

Entrevistas

Lutadora do UFC, Amanda Ribas revela interesse em participar do BBB no futuro

É inegável que a 21ª temporada do ‘Big Brother Brasil’ (BBB), reality show transmitido pela Rede Globo, já entrou para a história como uma das edições de maior repercussão do programa. Na última terça-feira (23), o país ‘parou’ para acompanhar a eliminação da cantora Karol Conká, protagonista das principais polêmicas da atração. O BBB 21 atraiu a atenção até mesmo daqueles que anteriormente não demonstravam tanto interesse no show, como no caso da lutadora Amanda Ribas, que compete no peso-palha (52 kg) do UFC.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag Fight (veja acima ou clique aqui), a mineira contou que passou a acompanhar com mais frequência o BBB nesta edição e, inclusive, ajudou a eliminar, através do voto pela internet, a ‘vilã’ da edição, a rapper Karol Conká, de quem a peso-palha era admiradora. Empolgada com o desenrolar da temporada 21 do reality show, Amanda ainda demonstrou interesse em participar do programa no futuro.

“Agora eu estou assistindo (BBB). Eu não assistia tanto o Big Brother. Votei nela (Karol Conká). Ela foi eliminada com 99,17%. É muita coisa. E eu era fã dela, adorava as músicas dela. Ainda gosto da música. Como pessoa eu não gostei muito não. Não fez nada comigo, mas pelas atitudes lá. Mas a música eu ainda gosto”, comentou Amanda, antes de cogitar uma participação no reality show em uma edição futura.

“Eu fiquei até com vontade de entrar no BBB. Imagina! Eu fico pensando: ‘Nossa, o que será que eu iria fazer’. Eu acho que sim (lidaria bem com o isolamento), porque eu sou bem tranquila. Mas acho que seria um teste de convivência. Eu fico imaginando, assim que a Lumena começasse a ficar falando esses negócios comigo, não sei o que eu iria falar, com o dedão na cara (risos). Não sei se eu seria cancelada também, vai saber. Seria muito doido isso. Mas eu tenho vontade”, revelou a lutadora.

Apesar do interesse, a peso-palha descartou a possibilidade de entrar na ‘casa mais vigiada do Brasil’ já na próxima edição. Aos 27 anos e ainda na parte inicial de sua trajetória na principal organização de MMA do mundo, Amanda ressaltou que continua focada na carreira como lutadora, mas deixou as portas abertas para uma participação futura no programa.

“Em 2022 não! Deixa mais para frente. Por enquanto eu ainda estou focada na luta, mas mais para frente, imagina. Ia ser engraçado”, finalizou.

Após estrear no UFC com quatro vitórias seguidas e alcançar o top 10 da divisão dos palhas, Amanda Ribas se posicionou como uma das principais apostas para o futuro da categoria, auxiliada também pelo carisma natural que lhe rendeu inúmeros fãs ao redor do mundo. A rápida ascensão da mineira, entretanto, perdeu um pouco de força depois que ela foi nocauteada pela compatriota Marina Rodriguez, em janeiro deste ano, na edição de número 257 do Ultimate, em Abu Dhabi (EAU).

Mais em Entrevistas