Siga-nos
exclusivo!
Leandro Bernardes

Entrevistas

Luta de Esquiva Falcão é adiada para fevereiro de 2021 por falta de adversário

No próximo dia 12 de dezembro, o pugilista brasileiro Esquiva Falcão estava escalado para realizar uma luta que poderia credenciá-lo para disputar um título mundial em seguida – no entanto, seu adversário ainda não estava definido. Devido à proximidade da data e a indefinição na escolha do oponente, a ‘Top Rank’, empresa promotora do capixaba, decidiu adiar o confronto para fevereiro de 2021.

Em entrevista exclusiva com a reportagem da Ag. Fight, Esquiva Falcão revelou que a promotora enfrentou dificuldades em achar um adversário ranqueado para enfrentá-lo, motivo que levou ao adiamento do confronto. O brasileiro destacou que o duelo provavelmente será remarcado para o dia 13 de fevereiro de 2021, pois nesta data já está marcado um evento da própria Top Rank.

“Eu fiquei sabendo pelo meu manager, Sergio Batarelli, que a luta foi adiada. Ele me contou que a empresa ‘Top Rank’ estava em negociação com um atleta top 5 e ele acabou recusando a luta. E aí como estava muito em cima eles acabaram ficando com dificuldade de arrumar um adversário top 15 e remarcaram a minha luta para o ano que vem, no meio de fevereiro. Eles já estão negociando com um novo adversário e dando tudo certo, vou estar preparado. De repente pode ser até pelo cinturão”, explicou o medalhista olímpico.

Atual quinto colocado no ranking da Federação Internacional de Boxe (IBF), sexto na Organização Mundial de Boxe (WBO) e sétimo no Conselho Mundial de Boxe (WBC), Esquiva afirmou que o fato de estar bem ranqueado pode ter assustado os adversários, assim como o seu cartel invicto. Competindo no boxe profissional desde 2014, o brasileiro possui 27 vitórias e nenhuma derrota.

“Como eu sou um cara invicto, o adversário não quis arriscar uma luta difícil com menos de um mês de treinamento. Eu estou bem ranqueado, então não é qualquer adversário que aceita lutar assim em cima da hora. Se o adversário é bom e sonha em ser campeão do mundo, ele precisa de mais tempo de negociação para enfrentar um cara invicto e bem ranqueado. A dificuldade foi essa”, destacou.

Medalhista de prata nas Olimpíada de Londres, em 2012, Esquiva Falcão ostenta um cartel sem derrotas de 27 vitórias, sendo 19 por nocaute. O capixaba se apresentou apenas duas vezes neste ano, ambas em São Paulo, em eventos da ‘Boxing for You’. A primeira foi em fevereiro diante do argentino Jorge Daniel Miranda e a segunda foi em agosto, quando venceu o paraense Morrama Dheisw de Araujo Santos.

Mais em Entrevistas