Siga-nos
exclusivo!

Vídeos

Johnny Walker justifica mudanças em gerenciamento da carreira: “Preciso de mais experiência”

Johnny Walker possui 17 triunfos em sua carreira no MMA – Carlos Antunes

Após um sucesso meteórico no UFC, com três vitórias seguidas, sendo todas por nocaute, Johnny Walker já se colocava como um dos nomes mais badalados da franquia. No entanto, no fim de 2019, o brasileiro conheceu seu primeiro revés na liga e decidiu dar novos ares na sua carreira. Desde esse momento, o atleta encerrou parceria com o treinador Leo Gosling e logo no início do ano, decidiu também mudar de empresário e assinar com a Paradigm Sports Management. Para ele, existe uma razão para tantas novidades.

Em entrevista ao vivo pelo ‘Youtube’ à reportagem da Ag Fight (veja abaixo ou clique aqui), o atleta dos meio-pesados (93 kg) contou que passou por momentos turbulentos no fim de 2019 e precisou dar uma ajeitada na sua carreira. Segundo o lutador, por ele ainda não possuir uma experiência no mundo das lutas e dos negócios, ele precisou se cercar de quem tem bagagem no meio para ser melhor assessorado.

“Foi muito estressante. Consegui lidar. Estou dando uma arrumada no meu quarto. Não tenho muita experiência com luta, né?! Luto profissional desde 2013, são sete anos. Antes disso era normal, nunca fui criado muito nas artes marciais. Não tenho conhecimento de manager, de luta, ter essa experiência. Então fui aprendendo com a vida. Agora tenho um pouco mais de experiência, sei o que tem que fazer, por isso mudei, mas sei o que tem que fazer para chegar num nível de campeão, para me preparar para ser campeão e um grande nome no UFC. Então ainda estou aprendendo, porque fui fazendo isso sozinho, ninguém me ensinou. Preciso de mais experiência e estou pegando isso”, afirmou o lutador.

No fim de janeiro deste ano, Johnny Walker fechou contrato com a Paradigm Sports Management, a agência que possui clientes como Conor McGregor, Israel Adesanya e Cris Cyborg. O lutador admitiu que essa mudança não partiu dele e sim de sua namorada, que fez uma busca para ver as melhores empresas do ramo para torná-lo cada vez mais profissional para chegar onde almeja na carreira.

“Assinei com eles para essa luta, mas ainda estava com meu antigo manager, que era o Lukas Lutkus. Então na verdade eles nem começaram a trabalhar ainda, mas eu já assinei com eles. Tive que pagar meu primeiro manager, para quebrar com ele para entrar nela. Eles me proporcionam tudo, grupo de advogados, mídia social. É uma empresa muito grande e estou muito bem amparado. Eu mudei por causa da minha namorada, que procurou na internet. Eu não conheço muito bem de negócios. Ela entrou em contato com eles, me apresentou por telefone e nos encontramos em Las Vegas. Começamos a conversar, mais de um mês de negociação porque não queria abandonar meu manager, porque comecei com ele e tenho muita consideração pelas pessoas. Difícil separar negócios da amizade, tive que aprender isso, a dar mais valor a minha carreira, porque é a minha cara que está lá. Foi isso que me ajudou a mudar para essa empresa. Decidi mudar porque quero chegar em outro nível, então tenho que estar amparado por gente desse nível. Eles já estão com o McGregor, sabem como funciona e sei que vão me ajudar muito”, completou.

No MMA profissional desde 2013, Johnny Walker, aos 28 anos, acumula cartel com 17 vitórias e cinco derrotas. Dentre seus triunfos, o jovem brasileiro possui 14 nocautes e duas finalizações, tendo deixado, assim, apenas uma vitória chegar na decisão dos jurados.

Mais em Vídeos