Siga-nos

Entrevistas

Glória de Paula analisa luta e promete “grande show de porrada” no UFC Vegas 33

Depois de chegar ao Ultimate credenciada por uma imponente apresentação no programa ‘Contender Series’, Glória de Paula acabou derrotada por Jinh Yu Frey em sua estreia na principal organização de MMA do mundo. Neste sábado (31), diante de Cheyanne Buys, no card do UFC Vegas 33, a peso-palha (52 kg) terá nova oportunidade de conquistar sua primeira vitória pela liga e confirmar a expectativa criada após sua contratação.

Para isso, a lutadora da equipe ‘Chute Boxe Diego Lima’ confia que, passado o nervosismo da estreia, poderá mostrar nesta segunda luta pelo Ultimate o potencial visto por Dana White ao oferecer o contrato para ela após sua participação no ‘Contender Series’. Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight (veja acima ou clique aqui), ‘Glorinha’ ainda analisou a provável vantagem que terá ao enfrentar uma adversária também conhecida por sua trocação, o que pode favorecer seu desempenho dentro do octógono montado no Apex.

Vale lembrar que em sua estreia pelo UFC, Glória teve pela frente uma lutadora experiente, Jinh Yu Frey, que soube utilizar a luta agarrada, área na qual a brasileira ainda precisa evoluir, para superá-la por pontos. Desta vez, a jovem promessa do peso-palha torce por uma grande batalha entre duas strikers.

“Eu acho que no MMA tudo pode acontecer. Mas pelo que ela mostrou nas últimas lutas, ela vai para a trocação. É o estilo de luta que eu gosto. Então, acredito que vai ser na trocação a resolução da luta. Vai ser um grande show de porrada”, declarou Glorinha, antes de apontar como pretende se sobressair na luta em pé contra Cheyanne Buys.

“Eu acho que o posicionamento é tudo dentro do octógono. Não adianta você ser o mais forte. Se você não souber se posicionado, já está um passo atrás. Então, eu estou focada em me posicionar bem dentro do octógono e achar os melhores golpes”, concluiu.

Aos 26 anos, Glória de Paula soma cinco vitórias, três delas por nocaute, e três derrotas em sua carreira no MMA profissional. Por sua vez, Cheyanne Buys – adversária da brasileira no UFC Vegas 33, neste sábado – possui um cartel de cinco triunfos e dois reveses na modalidade.

Mais em Entrevistas