Siga-nos

Entrevistas

De olho em superlutas, Deiveson afirma: “Nocautearia o Cejudo e finalizaria Demetrious Johnson”

Mesmo com nova defesa de título diante de Brandon Moreno marcada para o dia 12 de junho, no UFC 263, Deiveson Figueiredo não deixa de lado a rivalidade com Henry Cejudo. Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag Fight (veja acima ou clique aqui), o campeão peso-mosca (57 kg), que regularmente troca provocações com o americano pelas redes sociais, apostou no retorno do aposentado lutador à ativa e não escondeu sua torcida para que um duelo entre eles seja promovido pelo Ultimate no futuro.

O paraense ainda analisou o momento vivido por outro atleta que reinou na sua categoria no passado: o veterano Demetrious Johnson, que foi derrotado recentemente pelo brasileiro Adriano Moraes, em disputa de título pelo ‘ONE Championship’. ‘Mighty Mouse’, como o americano é conhecido, é outro ex-campeão dos moscas que desperta o interesse de Deiveson para uma possível superluta no futuro, apesar de já não fazer mais parte do plantel do UFC.

“Eu acho que muito em breve ele (Cejudo) vai estar voltando (a lutar). Talvez não na 57 kg, que é a que eu luto. Mas quem sabe na 61 (kg), na 66 (kg), ele esteja de volta. Eu acho que tamanho ele não tem para 66 (kg), mas eu espero que a minha primeira luta na casa dos 61 (kg) seja com ele. Que ele aceite lutar comigo. E que o Dana aceite pagar uma bolsa boa para nós. Que a gente possa se enfrentar. E você pode ter certeza que vai ser a luta da noite”, sentenciou Deiveson Figueiredo, antes de comentar sobre o revés sofrido por ‘Mighty Mouse’.

“Surpreendeu (a derrota do Demetrious Johnson no ONE). Ele é um cara que tem um jogo bem versátil. Você não sabe se ele vai trocar ou se vai te colocar para baixo. E o brasileiro fez um jogo excelente. Se movimentou na frente dele e não deu oportunidade dele ser colocado para baixo. E entrou a mão, né. Entrou a mão e desligou a tomada. Desligou o ‘Minnie Mouse’ da tomada”, brincou o campeão.

Acostumado a palpitar, e muitas vezes acertar, o resultado final de suas lutas, Deiveson foi convidado pela reportagem da Ag Fight a prever o provável desfecho das hipotéticas disputas contra Henry Cejudo e Demetrious Johnson. Com a confiança que lhe é característica, o campeão não titubeou ao cravar que venceria ambos pela via rápida.

“O (Henry) Cejudo certamente seria nocauteado. E o Demetrious Johnson seria finalizado. Eu pegaria os dois de jeito”, afirmou o ‘Deus da Guerra’.

Enquanto os potenciais duelos contra Cejudo e Johnson ficam apenas no imaginário dos fãs, Deiveson Figueiredo terá que defender mais uma vez seu cinturão diante do mexicano Brandon Moreno, na co-luta principal do UFC 263, que acontece no Arizona (EUA), no dia 12 de junho. No primeiro encontro entre eles, disputado em dezembro do ano passado, os pesos-moscas travaram uma intensa batalha que terminou empatada nas papeletas dos juízes, o que motivou a organização a promover a revanche imediata pelo título da divisão até 57 kg.

Mais em Entrevistas