Siga-nos
Divulgação/UFC

Entrevistas

Dana admite que derrota no sábado pode ter sido última luta de ‘Cigano’ pelo UFC

Aos 36 anos de idade, Júnior ‘Cigano’ vive a pior fase de sua gloriosa carreira no MMA profissional. No sábado (12), pelo card do UFC 256, o ex-campeão peso-pesado foi superado por Ciryl Gane, ampliando sua sequência de derrotas para quatro – todas por nocaute. Em meio a este cenário, o futuro do catarinense na organização, e até mesmo no esporte, começa a ser colocado em dúvida.

Em entrevista coletiva após a realização do UFC 256, em Las Vegas (EUA), Dana White foi questionado sobre o assunto e, de forma sucinta, concordou com a noção de que o brasileiro deveria começar a pensar sobre o seu futuro fora do mundo das lutas, especialmente levando em consideração os danos causados pelos nocautes sofridos recentemente. Sem se aprofundar na resposta, o presidente do Ultimate ainda deixou em aberto a possibilidade da trajetória do ex-campeão na organização estar perto do fim.

“Eu acho (que é hora do ‘Cigano’ começar a pensar no seu futuro nas lutas). Sim”, se limitou a dizer Dana White, antes de responder se a derrota para Gane pode ter sido a última apresentação do brasileiro no octógono do Ultimate.

“Possivelmente”, declarou o dirigente máximo da principal organização de MMA do planeta.

Vale lembrar que em recente entrevista exclusiva à reportagem da Ag Fight, ‘Cigano’ criticou a constante intromissão de terceiros em assuntos que, em sua visão, deveriam ser de cunho pessoal, como o momento certo para um atleta pendurar as luvas. Resta saber como o veterano receberá as palavras do presidente do UFC sobre o seu futuro no esporte.

Mais em Entrevistas