Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Entrevistas

Com Jones à espera, Dana desconversa sobre possível revanche imediata para Miocic

Realizada na última quinta-feira (25), a coletiva de imprensa do UFC 260 ficou marcada, em boa parte, pela exaltação dos feitos de Stipe Miocic, considerado por muitos como o GOAT (maior de todos os tempos) da divisão dos pesados, e pela promoção do confronto do próximo sábado (27), no qual o campeão colocará seu título em jogo contra Francis Ngannou. Entretanto, a leveza do ambiente logo se transformou em um visível clima de constrangimento quando Dana White – presidente do Ultimate – admitiu ter dúvidas ao ser questionado se o americano receberia a revanche imediata em caso de derrota para o camaronês.

O motivo da hesitação do dirigente tem nome e sobrenome: Jon Jones. Após dominar a divisão dos meio-pesados (93 kg) durante anos, o astro da companhia abdicou do cinturão e se prepara há alguns meses para competir entre os pesos-pesados, tendo a promessa do mandatário do UFC de que disputará o título da categoria já em seu primeiro compromisso.

Sendo assim, a expectativa é que ‘Bones’ encare em sua estreia nos pesados o vencedor do duelo do próximo sábado, com o cinturão da categoria em jogo. Mas, se Miocic, na opinião do próprio Dana White, é o maior lutador de todos os tempos da divisão, ele não mereceria uma revanche imediata caso seja destronado por Ngannou, deixando, assim, Jones à espera? Visivelmente incomodado e sem saber como responder a pergunta, o cartola desconversou e evitou se comprometer com alguma das partes.

“Eu não sei. Vamos ver o que acontece. Vamos ver como essa coisa se desenrola. Seria difícil dizer que ele não merece a revanche, claro. Eu não sei”, disfarçou Dana.

Dono dos recordes de maior número de defesas de título, conquistas de bônus de performance e golpes conectados na história dos pesos-pesados no Ultimate, Stipe Miocic é apontado por muitos como o maior nome da categoria em todos os tempos. Por sua vez, Jon Jones é indiscutivelmente um dos melhores lutadores a subir em um octógono, independentemente do peso. Resta saber quem terá prioridade com o UFC caso seja necessário.

Mais em Entrevistas