Siga-nos
exclusivo!
Louis Grasse/PXImages

Entrevistas

Belfort anuncia migração para o boxe e cogita luta com De La Hoya e Anderson Silva

Vitor Belfort anunciou a assinatura de seu contrato com o evento asiático One Championship em 2019. No entanto, pouco mais de dois anos depois, sem que nenhuma luta tenha sido feita, o ‘Fenômeno’ parece ter mudado de vez seu foco. Aos 44 anos, o ex-campeão do UFC agora engrossa a lista de veteranos dispostos a voltarem à ativa em ringues de boxe.

Nesta terça-feira (18), em Las Vegas (EUA), Belfort compareceu ao ‘media day’ realizado na sede da academia de Floyd Mayweather e declarou que seu foco agora é se apresentar nos ringues. Para a nova empreitada, o faixa-preta de jiu-jitsu apontou o multicampeão de boxe Oscar De La Hoya como seu oponente para a reestreia no esporte – em 2006, Vitor nocauteou Josemario Neves em seu único duelo no boxe profissional.

“Estou procurando por um oponente agora. Ouvi dizer que Oscar de la Hoya está procurando alguém para enfrentar. (…) Oscar, não tenha medo”, declarou, durante conversa com a reportagem da Ag Fight, antes de deixar claro que seu vínculo com o One Championship está próximo do fim.

“Agora, nosso acordo está para acabar. Não temos nenhuma luta por lá… Mas isso é boxe, estou livre para lutar boxe”, ressaltou.

Sem competir desde maio de 2018, o lutador venceu apenas uma de suas cinco últimas apresentações no octógono. Para esta nova fase, porém, a mira do veterano está claramente em rivais da mesma faixa etária, o que poderia colocá-lo, coincidentemente, em rota de colisão com Anderson Silva, atleta que o nocauteou em 2011 – no próximo mês, o ‘Spider’ encara Júlio César Jr, no México.

“Anderson seria incrível. Eu e Anderson, seria uma grande revanche no boxe. (…) Pode ser o Oscar, o Anderson, o Holyfield. Tem uma lista de caras que podem fazer isso acontecer”, finalizou.

O media day realizado em Las Vegas fez parte dos eventos de preparação para o show que será realizado em junho no estado da Florida e liderado pelo embate entre Floyd Mayweather e Logan Paul.

Mais em Entrevistas