Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Entrevistas

Amanda Nunes responde provocações de Julianna Peña e avisa: “Não é o momento dela”

Ao que parece, Amanda Nunes segue tranquila rumo a mais uma disputa de título no UFC. Na edição de número 269, que acontece neste sábado (11), em Las Vegas (EUA), a campeã do peso-galo (61 kg) vai colocar o cinturão em jogo pela sexta vez, contra Julianna Peña, lutadora que está em destaque por conta de sua postura destemida na categoria. Contudo, a ‘Leoa’ fez pouco caso dos constantes ataques feitos por sua adversária.

No ‘media day’ do UFC 269, realizado nesta quarta-feira (8) e que contou com a presença da reportagem da Ag. Fight, Amanda não entrou no ‘trash talk’ de Julianna e aproveitou para mandar um recado nada amigável para a desafiante ao seu título do peso-galo. Em uma das provocações lançadas pela americana, ela não só questionou a vontade da ‘Leoa’ em enfrentá-la, como também a acusou de fazer de tudo para fugir da luta.

Apesar de ser apontada pelas casas de apostas como favorita para o duelo contra Julianna, Amanda ignorou tal status e pregou respeito. Vale destacar que a americana foi uma das poucas integrantes do peso-galo do UFC que mostrou coragem e desafiou a campeã para um confronto. De acordo com a ‘Leoa’, a rival possui bom nível de luta, mas avisou que, no sábado, vai justificar sua posição de número um da organização e também da história do esporte, uma vez que não chegou ao topo de forma fácil e rápida.

“Ela é perigosa em qualquer momento. Quando fecha a porta, temos que estar atentos a tudo. Não posso simplesmente, por ter dois cinturões em casa, achar que sou intocável. Nada disso. Tenho que ficar atenta o tempo todo para não dar oportunidade para ela, em hora nenhuma. Com certeza, ela é uma atleta perigosa e tenho que ficar atenta”, declarou a estrela do UFC, antes de completar.

“Estou pronta para qualquer coisa. As provocações são dela. Ela quer fazer esse barulho para vender um pouco mais a luta, mas isso pode mostrar que ela não está tão confiante, que está fazendo isso tudo para botar na cabeça que ela pode ter alguma chance. Esse não é o momento dela. Ela caiu de paraquedas aqui, mas está fazendo o que tem que fazer mesmo, barulho. No sábado, vamos ver a realidade”, concluiu.

Sem perder desde 2015, Amanda Nunes, de 33 anos, venceu 12 lutas seguidas no UFC, conquistou os cinturões do peso-galo e do peso-pena e alcançou o status de melhor lutadora de MMA da história para parte dos fãs, demais atletas e membros da imprensa. A brasileira também é dona de um cartel composto por 21 vitórias e quatro derrotas. Seus triunfos mais importantes foram sobre Cris ‘Cyborg’, Germaine de Randamie (duas vezes), Holly Holm, Julia Budd, Megan Anderson, Miesha Tate, Ronda Rousey e Valentina Shevchenko (duas vezes).

Mais em Entrevistas