Siga-nos

Entrevistas

Alexa Grasso exalta mudança para o peso-mosca: “Agora eu não tenho limites”

Após ter sua luta contra Cláudia Gadelha cancelada, em janeiro deste ano, por ter excedido em 2,5 kg o limite de peso da divisão dos palhas (52 kg), Alexa Grasso decidiu subir de categoria. Neste sábado (29), a mexicana estreia no peso-mosca (57 kg) diante da coreana Ji Yeon Kim, no card principal do UFC Las Vegas 8.

E, de acordo com a atleta, os efeitos da mudança puderam ser vistos já na preparação para seu próximo compromisso. Em conversa com a imprensa durante o media day virtual, Grasso destacou a maior liberdade para realizar seus treinos, especialmente os de musculação, agora que faz parte da divisão até 57 kg e não precisa se preocupar, quase que exclusivamente, com o corte de peso para a pesagem.

“Sim, foi uma grande mudança, e eu estou muito feliz com essa mudança de divisão. Eu me sinto muito saudável e forte. Tenho a mesma velocidade do peso-palha, mas com muito mais potência. Tiveram tantas mudanças, e agora eu não estou tão limitada. Antes, eu não podia levantar peso porque eu não podia ganhar músculos”, explicou Alexa, antes de completar.

“Toda luta você está tentando ficar mais forte, toda luta você tenta ficar mais rápida, então você tem que aumentar seus estímulos, e isso era uma grande barreira porque eu não podia levantar muito (peso). Agora eu não estou limitada. Posso levantar mais peso, fazer mais coisas, e eu posso treinar mais e essa foi a mudança. Agora eu não tenho limites”, celebrou.

Apesar de ter mais liberdade, a mexicana ressaltou que o corte de peso ainda é um dos focos de sua preparação, ainda que não seja mais o principal. Mesmo assim, a mudança deu a Grasso a oportunidade de trabalhar mais na sua evolução como lutadora, ao tirar dela a apreensão por bater os 52 kg no dia da pesagem.

“Eu ainda tenho que focar no peso. Não é como se eu não estivesse fazendo dieta. Eu ainda estou com fome e sede, mas é muito diferente. Eu posso focar a maior parte do meu camp em melhorar minha técnica, e é muito menos estressante do que apenas treinar para bater o peso, então eu estou muito feliz com a mudança”, concluiu.

No MMA profissional desde 2012, Alexa Grasso soma 11 vitórias e três derrotas em sua carreira. Já a coreana Ji Yean Kim, sua adversária neste sábado, acumula nove triunfos, dois reveses e um par de empates em seu cartel.

Mais em Entrevistas