Deiveson vai lutar pelo título do peso-mosca do UFC – Gaspar Bruno

Deiveson Figueiredo vai ter mais uma oportunidade de trazer o cinturão do peso-mosca (57 kg) para o Brasil. No dia 18 de julho, o brasileiro reencontra Joseph Benavidez, em duelo que vai definir o novo campeão da divisão. Se no primeiro duelo entre eles, apesar da vitória, o paraense não trouxe o título, por não ter batido o peso, dessa vez a história será diferente. Pelo menos foi o que adiantou o lutador.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag.Fight em seu canal no Youtube (clique aqui ou veja abaixo), o brasileiro adiantou sua estratégia para não ter problemas novamente na questão do peso. Para isso, o ‘Deus da Guerra’ revelou que, dessa vez, vai chegar com uma medida bem menor do que nas suas últimas lutas.

“Queremos viajar com 60, 61 kg, com o peso bem baixo. Sou um cara que estou acostumado a chegar com 65, 66 kg. Mas agora não quero deixar a peteca cair. Quero chegar lá com a certeza de bater o peso e trazer o cinturão”, afirmou o lutador, que atualmente é o número um do ranking da divisão.

Em fevereiro deste ano, os dois lutadores se enfrentaram e o brasileiro saiu com o triunfo por nocaute no segundo round. Mas no que depender de Deiveson, ele ainda vai ter armas diferentes para surpreender o adversário. O brasileiro, além de conquistar o título, adiantou que pretende realizar um feito histórico sobre o rival: ser o primeiro a finalizá-lo.

“Ele vai chegar bem cabisbaixo, porque sabe que sou um cara agressivo e estou indo para nocautear novamente. E quero quebrar esse negócio que ninguém nunca finalizou ele e estou indo para finalizar. Cheguei perto (de finalizar). Agora é encaixar os golpes e não deixá-lo fugir. Sei que ele é rápido, explosivo, mas tenho o mesmo jogo, mas como somos o dono do jiu-jitsu no Brasil, estamos estudando uma forma de parar isso e estabilizar as posições para não fugir do golpe encaixado”, completou.

Ativo no MMA desde 2012, Deiveson Figueiredo acumula 18 vitórias e apenas uma derrota em sua carreira, para o compatriota Jussier ‘Formiga’, em março de 2019, por decisão unânime dos jurados. No Ultimate desde 2017, o brasileiro acumula sete vitórias e apenas um revés. Já Joseph Benavidez compete no MMA profissional desde 2006. Em seu cartel, o americano soma 28 vitórias e apenas seis derrotas, sendo quatro delas em disputas por cinturão – as três pela cinta peso-mosca do UFC e uma pelo título peso-galo do extinto WEC.