Siga-nos
Amanda Westcott/Triller Fight Club

Boxe

Tito Ortiz elogia precisão e técnica de Anderson Silva: “Nunca fui atacado assim”

Antes da luta de boxe, o clima entre Anderson Silva e Tito Ortiz não era amigável, mas, após o duelo, o respeito entre as partes voltou a imperar. No último sábado (11), na Flórida (EUA), ‘The Huntington Beach Bad Boy’ foi presa fácil para ‘Spider’ e acabou nocauteado rapidamente. Apesar de lamentar o duro resultado, o americano, ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) do UFC, enalteceu o antigo rei do peso-médio (84 kg) da companhia.

Em entrevista ao canal do ‘YouTube’ ‘Fight Hub TV’, Tito admitiu que lutou de forma errada contra um atleta tão perigoso quanto Anderson e aproveitou para elogiar o carrasco, que precisou lançar poucos golpes no ringue para nocauteá-lo. Impressionado com a precisão de ‘Spider’, a lenda do UFC fez uma revelação surpreendente e o comparou a Chuck Liddell, seu rival no passado e que o nocauteou duas vezes no octógono.

De acordo com o veterano, além do alto nível na trocação, a maior experiência de Anderson na nobre arte foi decisiva para lhe dar a vitória. De qualquer forma, o ex-campeão do UFC garantiu que essa não foi a ultima vez que atuou nos esportes de combate. Disposto a apagar a má impressão deixada no ringue, o americano, imediatamente, expressou o interesse em enfrentar o youtuber Logan Paul.

“Cometi um erro. Estava muito selvagem. Nunca lutei boxe antes, mas era uma boa oportunidade. Gostei, foi divertido. Nunca fui atacado assim. Mesmo Liddell não me acertou tão bem. Foi um bom soco. Ele me pegou com um soco limpo. Fui estúpido por ficar na frente dele. Anderson luta boxe há muito tempo e isso explica como ele é bom. O respeito. Nunca fui atacado assim. Ele me acertou, pegou de jeito”, declarou Tito.

Tito Ortiz, de 46 anos, se destacou no UFC, conquistou o título dos meio-pesados (93 kg) da companhia em 2000 e defendeu o cinturão em cinco oportunidades. Os principais triunfos de ‘The Huntington Beach Bad Boy’ no MMA foram sobre Chael Sonnen, Chuck Liddell, Evan Tanner, Forrest Griffin, Guy Mezger, Ken Shamrock (três vezes), Ryan Bader, Vitor Belfort e Wanderlei Silva. Sua última vitória nos esportes de combate aconteceu em 2019, quando finalizou Alberto ‘El Patrón’, ex-integrante da WWE.

Mais em Boxe