Siga-nos
Reprodução/YouTube

Boxe

Robson Conceição recebe R$ 1,8 milhão por disputa de título mundial no boxe

Derrotado por Shakur Stevenson na última sexta-feira (23), em Nova Jersey (EUA), Robson Conceição perdeu a oportunidade de conquistar os cinturões da categoria super-pena (59 kg) da WBO (Organização Mundial de Boxe), WBC (Conselho Mundial de Boxe) e da ‘The Ring’, e, consequentemente, entrar para o seleto grupo de brasileiros campeões mundiais na nobre arte. Por outro lado, nem tudo é motivo de tristeza, já que o baiano saiu da disputa com 350 mil dólares (cerca de R$ 1,8 milhão) a mais em sua conta bancária.

De acordo com a ‘ESPN’ americana, o pugilista brasileiro teria direito a uma bolsa de 200 mil dólares (aproximadamente R$ 1 milhão), porém, devido à falha na balança de seu adversário na véspera do combate, recebeu mais 150 mil dólares (R$ 790 mil), descontados do valor que Stevenson teria a receber, como uma espécie de bônus por ter aceitado atuar no combate contra um oponente que não bateu o peso.

Já pelo lado do norte-americano, além do valor destinado a Robson Conceição, uma multa de 20 mil dólares (R$ 105 mil) foi imposta pela comissão atlética local, responsável por regular o evento de sexta-feira. Com todos os descontos somados, Shakur Stevenson, que receberia originalmente 3 milhões de dólares, embolsou cerca de 2,8 milhões de dólares (aproximadamente R$ 14,7 milhões) por sua apresentação contra o brasileiro.

Outra punição sofrida pelo invicto pugilista foi a perda de seus títulos mundiais dos super-penas, que ficaram vagos após a falha na balança e estavam em jogo apenas para o brasileiro no duelo de sexta-feira. Como Stevenson saiu vencedor do confronto, na decisão unânime dos juízes, os cinturões seguem sem dono e devem ser disputados no futuro próximo pelos boxeadores de melhor classificação na divisão.

Agora, Shakur Stevenson deve subir de categoria. O pugilista norte-americano, que chegou à 19ª vitória como profissional na carreira, deixou claro que não pretende mais submeter seu corpo ao desgastante corte de peso para atuar nos super-penas e que seu plano é competir no peso-leve (61 kg) a partir da próxima luta. Já Robson Conceição precisará se recuperar e começar novamente uma corrida pelo ‘title shot’ caso ainda pense em uma conquista de título mundial. O campeão olímpico na Rio 2016 soma agora 17 triunfos e dois reveses no cartel, ambos em disputas de cinturão.

Mais em Boxe