Siga-nos
Rigel Salazar/PxImages

Boxe

Francis Ngannou e Tyson Fury aquecem rumores de um duelo no boxe

Francis Ngannou e Tyson Fury trataram de esquentar os rumores para uma possível luta de boxe. Após o camaronês revelar o desejo de atuar na nobre arte e ter desafiado o britânico, o pugilista acenou positivamente para essa possibilidade, inclusive abrindo as portas para que os dois lutassem com luvas de MMA, que são menores que a da modalidade olímpica.

Com a repercussão positiva do mundo das artes marciais sobre esse provável combate, os dois lutadores seguiram trocando mensagens – além de provocações – nas redes sociais (clique aqui, aqui, aqui ou veja abaixo). O atual campeão linear dos pesados do Ultimate rebateu o desafio de Fury e propôs uma nova regra para o confronto.

“E se fossem regras do MMA com luvas de boxe? Eu posso te fazer esse favor”, indagou Ngannou, que logo obteve a resposta em tom de provocação do pugilista.

“Você quer entrar no meu mundo me desafiando e desafiando o Wilder para uma luta de boxe. O que eu posso garantir que você seria nocauteado e também receberia a sua maior bolsa para isso! Então pense”, rebateu o britânico campeão mundial na nobre arte.

Após a alfinetada de Fury, Ngannou deu um ultimato para o adversário e colocou seu futuro em xeque no UFC. Com o contrato com a organização de MMA perto do fim, o africano adiantou que vai encarar o europeu após sua próxima apresentação no octógono, quando encara Ciryl Gane, pela unificação dos títulos dos pesados.

“Depois de cuidar dos meus negócios no dia 22 de janeiro, lutarei contra você sob qualquer regra especial que queira. Em um ringue, um octógono ou em uma cabine telefônica”, completou o campeão linear dos pesados do Ultimate.

Tyson Fury, de 32 anos, possui uma carreira de sucesso no boxe e, atualmente, é um dos atletas mais populares da modalidade. O ‘Gipsy King’ disputou 32 lutas na nobre arte e segue invicto no esporte, com 31 vitórias, sendo 22 nocautes, e um empate.

Conhecido como um dos lutadores com maior potência de golpes do Ultimate, Francis Ngannou confirmou seu status e chegou ao lugar mais alto do peso-pesado da maior liga de MMA do mundo em março de 2021, quando nocauteou o então campeão Stipe Miocic, no UFC 260. Antes de derrotar o americano, o africano já havia superado grandes nomes da divisão, como os ex-campeões Cain Velásquez e Junior ‘Cigano’.

Mais em Boxe