Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Boxe

Deontay Wilder abre as portas para possível luta de boxe com campeão do UFC

Enquanto não resolve sua situação contratual com o UFC, Francis Ngannou flerta com a possibilidade de atuar no boxe e, agora, não só diante de Tyson Fury. Grande nome do peso-pesado da nobre arte, Deontay Wilder, que enfrenta Robert Helenius, em outubro, em Nova York (EUA), expressa o interesse em encarar o campeão do Ultimate nos ringues na temporada 2023.

Curiosamente, Wilder apareceu em recente registro treinando no Instituto de Performance do UFC, em Las Vegas. No vídeo, Ngannou, ao notar a presença do pugilista, fez questão de ir ao seu encontro cumprimentá-lo. Mas, apesar da relação amigável, ‘The Bronze Bomber’, ciente do desejo do camaronês de atuar no boxe, não descarta enfrentá-lo, seja em uma luta para valer ou de exibição. Vale destacar que ‘The Predator’ tem Tyson Fury como principal alvo para sua possível aventura na nobre arte, porém o campeão do Ultimate informa que combates com grandes nomes do esporte também lhe agradam. Sendo assim, o americano se coloca à disposição para lidar com Francis no futuro.

“Sim, com certeza. Ele já esteve nesta área da academia antes. Eu e ele treinamos juntos, então é só amor. Amor e respeito. Talvez um dia, quem sabe? O futuro é brilhante. Muitas coisas estão em andamento para o futuro. O campeão está de volta, baby”, declarou o pugilista, em entrevista ao site ‘MMA Weekly’.

Deontay Wilder, de 36 anos, é um dos principais lutadores de boxe da atualidade. Em sua última aparição no ringue, realizada em outubro, ‘The Bronze Bomber’ perdeu a revanche para Tyson Fury em duelo de alto nível que elevou o esporte. Na nobre arte, o americano possui um cartel composto por 42 vitórias, sendo 41 por nocaute, duas derrotas e um empate.

Mais em Boxe