Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Boxe

Campeã mundial exalta potencial de ‘Cyborg’ no boxe: “Pode encarar as tops”

No próximo dia 25 de setembro, Cris ‘Cyborg’ vai realizar um sonho antigo. A lutadora – vista por muitos como a melhor de todos os tempos no MMA – fará sua estreia no boxe profissional, ao encarar a compatriota Simone Silva, no ‘Fight Music Show’, evento que será realizado em Curitiba (PR), sua cidade natal. E, na opinião de um dos maiores nomes da nobre arte na atualidade, a empreitada da brasileira na modalidade tem tudo para ser bem-sucedida.

Ao site ‘MMA Junkie’, Claressa Shields – multicampeã mundial de boxe – mostrou confiança na capacidade da brasileira em ter uma boa trajetória na nobre arte e afirmou que ‘Cyborg’ poderia enfrentar de igual para igual algumas das principais pugilistas da atualidade. A boxeadora, inclusive, apostou em uma vitória da curitibana em um hipotético duelo contra a americana Jessica McCaskill, dona de múltiplos títulos mundiais em duas categorias de peso diferentes.

“Eu pude entrar no ringue com Cris e acho que ela é boa o suficiente para não ter que lutar com alguém que tem 17-14 (vitórias/derrotas na carreira). Eu acho que ela pode encarar algumas das garotas top. Acho que Cris Cyborg pode vencer Jessica McCaskill. Eu acho que ela pode ir para 154 (libras/70 kg) e fazer coisas. Cris Cyborg sabe boxear”, afirmou Claressa Shields.

A confiança nas habilidades de ‘Cyborg’ se justifica pelo fato da estrela da nobre arte já ter compartilhado o ringue com a brasileira, em uma sessão de sparring, onde Shields pôde conhecer melhor o talento da veterana do MMA. Até mesmo por isso, a americana estranhou a escolha da adversária da curitibana para sua estreia no boxe, já que Simone Silva possui um cartel de 17 vitórias e 21 derrotas.

“Nós só fizemos sparring uma vez, acho que foram quatro rounds, mas ela aprendeu muito, e ela faz ajustes muito, muito rápido. Ela fez algumas das melhores perguntas que qualquer parceira de sparring já fez, porque ela quer entender. E quando eu explicava para ela, era como se os olhos dela se abrissem, e ela ficava tipo: ‘Wow’. Eu vejo que ela adicionou um pouco disso no MMA”, comentou Shields.

Uma das pioneiras do MMA feminino, Cris ‘Cyborg’ possui uma carreira laureada na modalidade, sendo a primeira lutadora a conquistar títulos em quatro grandes organizações. A curitibana, que é a atual campeã peso-pena (66 kg) do Bellator, também ganhou cinturões da categoria no Invicta FC, no Strikeforce e no UFC.

Por sua vez, Claressa Shields construiu um legado impressionante no boxe. Como amadora, a americana conquistou a medalha de ouro nas Olimpíadas de Londres, em 2012, e do Rio de Janeiro, em 2016. Já como profissional, foram múltiplos títulos mundiais em três classes de peso diferentes. Agora, além de manter seu reinado na nobre arte, a pugilista também dá seus primeiros passos no MMA, onde possui contrato assinado com o PFL e venceu uma de duas lutas disputadas até o momento.

Mais em Boxe