Siga-nos
Divulgação/Bellator

Bellator

Yoel Romero nocauteia Melvin Manhoef e pede ‘title shot’ no Bellator; veja

Na sexta-feira (23), o Bellator promoveu a sua edição de número 285, sediada em Dublin, na Irlanda. Um dos destaques do card ficou por conta do duelo de veteranos entre Yoel Romero e Melvin Manhoef, responsável pela co-luta principal do show, que terminou com vitória do primeiro, por nocaute.

Com o resultado, Romero, ex-lutador do UFC, chegou à segunda vitória consecutiva pela organização, após ter estreado com derrota para Phil Davis em setembro do ano passado. Na coletiva de imprensa pós-show, o cubano – que, até o momento, competiu apenas entre os meio-pesados (93 kg) desde que chegou ao Bellator – expressou seu desejo de voltar ao peso-médio (84 kg) e disputar o cinturão desta categoria, que atualmente está sob posse de Johnny Eblen.

“Para o pessoal até 93 kg, relaxa um pouco, agora nós vamos para o 84 kg. Agora nós estamos de olho e o que está sendo preparado é desafiar pelo título até 84 kg”, afirmou Yoel.

Por sua vez, Melvin Mahnoef se despediu do MMA com a derrota para Romero. Aos 46 anos, o striker holandês deixa o esporte com um cartel de 32 vitórias, sendo 29 por nocaute, 16 derrotas, um empate e dois ‘no contests’ (sem resultado). Durante sua carreira nos esportes de combate, ‘No Mercy’ também se destacou nos ringues de kickboxing.

A luta

No primeiro round, Romero conseguiu levar a luta para o solo, onde tinha clara vantagem sobre o rival, ainda no começo da etapa. A partir daí, o cubano controlou a disputa, usando seu ground and pound para abrir a defesa do holandês e chegando a ameaçar uma finalização, sem sucesso.

O segundo round foi marcado pela trocação. Apesar de ser um especialista no striking, Manhoef parecia ter uma cautela extra por conta da ameaça de queda por parte do oponente. Com isso, Romero levou a melhor na parcial, em razão do maior volume de golpes lançados.

O terceiro período começou da mesma forma que terminou o anterior, mas, restando um par de minutos para o fim, Romero levou novamente o combate para o chão. Na meia-guarda, o cubano se manteve paciente e começou a acertar potentes golpes na cabeça do holandês, especialmente com os cotovelos. Os ataques surtiram efeito e obrigaram o árbitro central a interromper a disputa quando faltava um minuto e meio para o fim, dando a vitória para o ex-lutador do UFC.

Confira os resultados do Bellator 285:

Benson Henderson venceu Peter Queally por decisão unânime dos juízes
Yoel Romero venceu Melvin Manhoef por nocaute
Leah McCourt venceu Dayana Silva por decisão unânime dos juízes
Pedro Carvalho venceu Mads Burnell por decisão unânime dos juízes
Ciaran Clarke venceu Rafael Hudson por finalização
Karl Moore venceu Karl Albrektsson por finalização
Brian Moore venceu Arivaldo Silva por decisão unânime dos juízes
Brett Johns venceu Jordan Winski por decisão unânime dos juízes
Darragh Kelly venceu Kye Stevens por decisão unânime dos juízes
Kane Mousah venceu Georgi Karakhanyan por decisão unânime dos juízes
Kenny Mokhonoana venceu Alex Bodnar por finalização
Asael Adjoudj venceu Jordan Barton por nocaute técnico
Luca Poclit venceu Dante Shiro por finalização

Mais em Bellator