Siga-nos
Divulgação/Bellator

Bellator

Presidente do Bellator revela impaciência de Fedor por luta de despedida

Ciente do desejo de Fedor Emelianenko de pendurar as luvas, o Bellator preparava uma grande festa de despedida em evento que seria realizado na Rússia, terra natal do peso-pesado. Porém, a invasão russa na Ucrânia arruinou os planos da organização comandada por Scott Coker e colocou um novo desafio em pauta: como dar ao veterano lutador o adeus que ele merece? E, ao que parece, a tarefa tem mais uma dificuldade adicional: ‘The Last Emperor’ tem pressa.

Pelo menos é o que revelou o presidente do Bellator. Em conversa com a imprensa após a edição realizada no final de semana, Scott Coker lamentou o fracasso do plano original para a despedida do ex-campeão do Pride e afirmou que, neste momento, a organização que dirige ainda discute a melhor forma de homenagear Fedor em sua última luta da carreira.

“Nós estávamos falando sobre isso mais cedo, e nós tínhamos uma luta marcada para julho deste ano na Praça Vermelha (em Moscou), para ter a luta final de Fedor. Você fala sobre o maior lutador de todos os tempos, o maior peso-pesado de todos os tempos, e quando nós planejamos esse evento, que seria o evento no qual ele se aposentaria, ele voltaria para casa, porque Fedor rodou o mundo inteiro e conquistou todo mundo. (Ele) iria para casa, ter um grande desfile, com muita pompa, grande produção, grande show e ele se aposentaria na frente de sua terra natal. Mas, obviamente, com a invasão à Ucrânia isso não deu certo. Então, essa luta caiu e nós ainda estamos debatendo quando vamos colocá-lo para lutar, mas ele quer lutar o quanto antes”, comentou o presidente do Bellator.

Fedor Emelianenko é considerado por muitos como o maior lutador da história do MMA. O peso-pesado viveu o auge de sua carreira quando competia no mercado asiático, no qual dominou e reinou soberano no extinto evento japonês ‘Pride’. O russo, atualmente com 46 anos, também competiu em outros shows de grande repercussão, como o Strikeforce, o Affliction, além do Bellator, com quem ainda possui uma luta prevista no contrato, justamente a que deve marcar sua despedida do esporte.

Mais em Bellator