Siga-nos
Divulgação/Bellator

Bellator

Presidente do Bellator confirma ex-UFC como próxima desafiante ao cinturão

Atual campeã peso-mosca (57 kg) do Bellator, Juliana Velasquez já sabe contra quem colocará seu cinturão em jogo mais uma vez. Em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, Scott Coker – presidente da organização – confirmou a ex-lutadora do UFC Liz Carmouche como próxima desafiante ao título da brasileira.

Ainda de acordo com o dirigente, a disputa deve acontecer em abril, data estipulada pela equipe da campeã para seu retorno ao cage. Vale lembrar que, após sua primeira defesa de título, contra Denise Kielholtz, em julho do ano passado, Juliana Velasquez revelou à reportagem da Ag Fight ter sofrido três lesões durante o combate, o que explica o prazo estabelecido para sua recuperação total antes da próxima defesa de cinturão.

“Eu acredito que essa luta acontecerá em abril. Eu acho que é quando nos disseram que Velasquez estaria pronta para lutar. Assim que ela estiver pronta, nós vamos colocá-la de volta lá dentro (do cage), mas eu acho que abril é a data”, contou Scott Coker, que indicou ainda que grande parte das lutas de maior apelo do Bellator devem ser promovidas nos primeiros quatro meses do ano.

“Todos os nossos campeões, o lançamento do torneio (peso-galo), as finais do nosso torneio peso-meio-pesado, a luta de (Michael Page), Juliana Velasquez, (Cris) Cyborg – todas essas lutas vão acontecer, vamos dizer, entre janeiro e abril. É meio o que nós estamos trabalhando para acontecer”, concluiu o dirigente.

Ainda invicta no MMA profissional, Juliana Velasquez soma 12 vitórias e nenhuma derrota na carreira. A ex-judoca conquistou o cinturão peso-mosca do Bellator em dezembro de 2020, ao superar a então campeã Ilima-Lei Macfarlane, por pontos. Já na sua primeira defesa de título, a brasileira derrotou Denise Kielholtz, na decisão dividida dos juízes, no último mês de julho.

Por sua vez, Liz Carmouche tentará mais uma vez conquistar um cinturão de uma grande organização de MMA. A veterana, de 37 anos, acumula passagens pelo UFC, Strikeforce e Invicta FC. Nos dois primeiros, ‘Girl-Rilla’ teve a oportunidade de disputar títulos, mas acabou derrotada em todas as tentativas. Agora no Bellator, onde estreou em setembro de 2020, a americana soma três vitórias seguidas, alcançando a segunda posição no ranking até 57 kg da entidade e a chance de lutar pela coroa da divisão.

Mais em Bellator