Siga-nos
Matt Davies/PxImages

Bellator

Cat Zingano detona ‘Cyborg’ e acusa brasileira de lutar dopada

Cat Zingano deixa claro que Cris ‘Cyborg’ é uma de suas maiores rivais no esporte. Como as atletas são soberanas no peso-pena (66 kg) do Bellator, parte da comunidade do MMA segue na expectativa da luta entre elas acontecer ainda na atual temporada ou em 2023. Contudo, a companhia não confirma o aguardado combate. Com tal indefinição, as lutadoras se provocam publicamente e agora a americana eleva o tom nas alfinetadas.

Recentemente, a campeã do peso-pena do Bellator culpou Zingano pelo fato da luta entre elas não acontecer e afirmou que a rival correu do duelo, porque nunca se sentiu pronta para destroná-la. Irritada, a americana, primeira colocada no ranking da divisão, respondeu ‘Cyborg’ em suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui). Como Cris estreou no boxe no último domingo (25), Cat frisou que a inimiga mudou de esporte para não ter que enfrentá-la por ter medo e, assim, ficar com o cinturão da categoria por mais tempo e evitar ser suspensa por doping. Vale lembrar que essa não foi a primeira vez que ‘Alpha’ acusou a brasileira de utilizar substâncias proibidas em seus combates.

“Essa vadia partiu para o boxe quando ganhei minha chance pelo título contra ela e disse que eu estou correndo? Essa é uma maneira de evitar os testes antidoping, sua maldita dopada”, escreveu a veterana em sua conta oficial no ‘Twitter’.

Antes de integrar o Bellator, Cat Zingano, de 40 anos, atuou pelo UFC e se destacou na maior organização de MMA do mundo. Nela, a americana superou grandes nomes do esporte como Amanda Nunes e Miesha Tate e disputou o título do peso-galo (61 kg) contra Ronda Rousey, mas foi finalizada em 14 segundos. Na atual casa, ‘Alpha’ realizou três lutas, venceu todas e se aproximou de desafiar Cris ‘Cyborg’, campeã do peso-pena.

Mais em Bellator