Siga-nos
Natassia del Fischer

UFC

Whittaker questiona desejo por hipotética luta entre Khabib e GSP: “Mancharia legado”

O sonhado duelo entre Khabib Nurmagomedov e Georges St-Pierre, dois dos maiores lutadores de todos os tempos, continua na lista de desejos de grande parte da comunidade do MMA, ainda que ambos estejam aposentados atualmente. No entanto, um ex-campeão do UFC parece não enxergar o hipotético confronto com bons olhos.

Ao podcast ‘Submission Radio’, Robert Whittaker destacou um ponto negativo na possibilidade de Khabib e ‘GSP’ abandonarem suas respectivas aposentadorias para concretizar o combate entre lendas do esporte. Para o australiano, o lutador que saísse derrotado do hipotético confronto teria seu legado abalado, ainda que de uma forma pequena, pelo revés. E, considerando que ambos já possuem uma estável condição financeira, o ex-campeão peso-médio (84 kg) do UFC não vê sentido na realização da superluta.

“O problema com isso (luta entre GSP e Khabib) é que um dos dois maiores, mais icônicos exemplos do esporte, vai ter seu legado manchado um pouco, e eu não acho que isso é necessário. Nenhum dos dois precisa do dinheiro. Talvez eles possam lutar discretamente a portas fechadas”, opinou Whittaker.

Após defender o cinturão peso-leve (70 kg) com sucesso diante de Justin Gaethje, no UFC 254, realizado em outubro deste ano, Khabib Nurmagomedov anunciou sua aposentadoria do MMA. Apesar do anúncio, o Ultimate ainda não destituiu o russo de seu título, na esperança de um possível retorno.

Por sua vez, Georges St-Pierre confirmou sua aposentadoria oficialmente em fevereiro de 2019. Sem pisar no octógono desde 2017, o canadense – ex-campeão do peso-meio-médio (77 kg) e do peso-médio do UFC – já indicou anteriormente que poderia voltar a lutar caso fosse oferecido um combate contra Khabib, que também havia demonstrado interesse no duelo antes de pendurar as luvas.

Mais em UFC