Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Whittaker ignora Adesanya e se classifica como ‘lutador mais perigoso’ do peso-médio

Robert Whittaker impressionou em sua mais recente aparição no octógono. No UFC Paris (FRA), evento realizado no último sábado (3), o ex-campeão do peso-médio (84 kg) esbanjou técnica, dominou Marvin Vettori e venceu a luta por decisão unânime. Após mais uma atuação sem sustos diante de um atleta de alto nível, o australiano voltou a se aproximar de uma disputa de título da categoria e, empolgado, fez uma afirmação forte.

No octógono e na coletiva de imprensa pós-evento, Whittaker ignorou Israel Adesanya e se classificou como o lutador mais perigoso do peso-médio do UFC. Vale destacar que o australiano perdeu duas vezes para o campeão da categoria, mas, mesmo assim, se julgou sendo mais mortal do que o carrasco. Após defender a primeira posição do ranking com louvor, ‘The Reaper’ já projeta uma eventual trilogia contra o kickboxer, valendo o cinturão.

“Estou empolgado com isso. Todo o respeito para Vettori. Ele não caiu. Eu estava machucando. Confie em mim, eu bati muito forte e dou crédito para ele. Incluindo o campeão, eu sou o homem mais perigoso da divisão. Eu faço as pessoas odiarem lutar. Estou sempre buscando esse lugar de destaque. Eu sempre estarei à espreita lá esperando. Adesanya é o campeão. Ele me venceu duas vezes, tiro o chapéu para ele por isso. Ele é um grande lutador, mas ainda acho que sou o homem mais perigoso da categoria, porque venço. Eu ganho muito e faço as pessoas odiarem lutar. Eu tiro a luta delas, porque é isso que faço. Ele me nocauteou na primeira e a segunda foi uma decisão muito apertada, não estou magoado com isso, mas, em outro dia, poderia ter sido minha vitória”, declarou o atleta.

Robert Whittaker, de 31 anos, mudou de patamar no MMA ao trocar os meio-médios (77 kg) do UFC pelos médios e se tornou um dos melhores lutadores da história da divisão. Não à toa, o australiano foi campeão da categoria em 2017. Atualmente, ‘The Reaper’ é o primeiro colocado no ranking do peso, abaixo apenas de Israel Adesanya. Seus principais triunfos no esporte foram sobre Brad Tavares, Darren Till, Derek Brunson, Jared Cannonier, Kelvin Gastelum, Marvin Vettori, Ronaldo ‘Jacaré’, Uriah Hall e Yoel Romero (duas vezes).

Mais em UFC