Siga-nos
Natassia del Frate/PxImages

UFC

Volkanovski elogia Holloway e projeta trilogia no UFC: “Serei uma besta diferente”

Alexander Volkanovski não consegue se livrar de Max Holloway. O campeão do peso-pena (66 kg) do UFC se prepara para encarar Brian Ortega na edição de número 266, que acontece neste sábado (25), em Las Vegas (EUA), mas vê a sombra do ex-número um da categoria se aproximar novamente. Antes, o australiano minimizava a realização de uma possível terceira luta contra seu maior rival, porém tudo indica que mudou de ideia.

Em entrevista ao canal do ‘YouTube’ ‘James Lynch’, Volkanovski não só deu como certa a trilogia contra Holloway, como também já até projetou o que aconteceria no octógono. De acordo com o campeão do peso-pena do UFC, o havaiano fez por merecer uma nova chance de disputar o título da categoria. Vale destacar que ‘Blessed’ voltou a se aproximar da posição de desafiante número um da divisão após massacrar Calvin Kattar por cinco rounds, em duelo realizado em janeiro, em Abu Dhabi (EUA).

Apesar de reconhecer a evolução de Holloway e que o mesmo merece disputar o cinturão do peso-pena do UFC novamente, Volkanovski cravou que o resultado será o mesmo das lutas anteriores. O australiano está em vantagem na rivalidade, com duas vitórias, sendo a segunda, realizada em 2020, de forma polêmica. Como parte da comunidade do MMA criticou seu desempenho, ‘The Great’ garantiu que vai provar que é superior ao havaiano, o dominando durante 25 minutos na hipotética trilogia.

“Na última luta que fizemos na ‘Ilha da Luta’, não quero dar desculpas, mas não apareci e ainda fui capaz de fazer o trabalho. Isso só mostra em que nível estou e, novamente, você tem que dar crédito a quem merece, porque a maneira como ele atuou da primeira para a segunda luta foi incrível. Isso só mostra que há níveis para isso e que não sou uma piada”, declarou o campeão do peso-pena do UFC, antes de completar.

“Vou aumentar o ritmo na próxima luta e não vou dar nenhum round, como na primeira luta. Vou começar mais forte e vou terminar ainda mais forte. Mas, novamente, Holloway é um grande lutador e por isso está conseguindo a terceira luta. Ele está lutando, matando outros caras e merecendo ser o desafiante número um. Ele merece estar lá. Será uma grande luta, mas acho que vou ser muito para ele. Vou ser uma besta totalmente diferente”, concluiu.

Alexander Volkanovski, de 31 anos, protagonizou uma trajetória impressionante para se tornar campeão do peso-pena do UFC. ‘The Great’ estreou pela organização em 2016, realizou nove lutas e venceu todas. Em 2019, o australiano destronou Max Holloway e, em julho de 2020, defendeu o cinturão da categoria na revanche. Apesar do reinado do atleta na divisão ser recente, ele possui o havaiano, Chad Mendes e José Aldo em seu cartel e já é um dos nomes que disputa o status de melhor pena da história do MMA.

Mais em UFC