Siga-nos
Louis Grasse/PXImages

UFC

Volkanovski domina Brian Ortega e mantém cinturão dos penas do UFC

Campeão dos pesos-panas (66 kg), Alexander Volkanovski caminha a passos largos para cravar seu nome na história do esporte. Depois de vencer os ex-campeões José Aldo e Max Holloway, o australiano, em sua segunda defesa de título bem-sucedida, mostrou raça para se livrar das tentativas de estrangulamento aplicada pelo desafiante Brian Ortega neste sábado (25), no main event do UFC 266.

A disputa, realizada no ginásio T-Mobile Arena, em Las Vegas (EUA), contou com casa cheia para mais de 15 mil fãs, que apoiaram o americano ao longo de todos os 25 minutos disputados. No entanto, o ritmo imposto pelo campeão, marca registrada de sua carreira, não foi acompanhado pelo desafiante.

Ao final do tempo regulamentar, a plateia reconheceu o esforço dos atletas, aplaudiu de pé o campeão e carimbou mais um capítulo importante para o lutador de 32 anos, que anotou sua 23ª vitória no esporte – em currículo que conta com apenas uma derrota, em 2013.

A luta

Apesar da pouca contundência apresentada no primeiro round, o combate foi movimentado no início e coube aos protagonistas da noite utilizarem todo o octógono para a troca de golpes em pé, marcada pelo volume de ataques apresentados. Vantagem mínima para o campeão, que caminhou para frente a todo momento e assumiu a posição de agressor. Volkanovski 10 x 9 Ortega.

Na segunda etapa, o combate voltou a ser marcado pela troca de ataques em pé, e novamente a disposição e ritmo de combate do australiano fizeram a diferença. Caminhando para frente a todo instante, ele minimizou a diferença de altura ao encurtar a distância repetidas vezes e aceitar a luta franca. Volkanovski 20 x 18 Ortega.

Já com o rosto cortado e sujo de sangue, Ortega caiu de rendimento e passou a sofrer com os cruzados do campeão. No entanto, um contragolpe derrubou Volkanovski em knockdown. Na sequência, Volkanovski mergulhou em queda e foi pego em uma guilhotina. Depois de conseguir escapar do sufoco, ele tentou atacar no ground and pound e foi pego em um triângulo, que também quase abrevia a disputa. Para a surpresa da plateia, o australiano se defendeu novamente e terminou o combate quase nocauteando no ground and pound. Round mais movimentado da noite! Volkanovski 29 x 28 Ortega.

Mais lento, o desafiante sofreu com os jabs no quarto assalto e pocuo pôde fazer. Ao cair por baixo, Ortega se defendeu por cinco minutos e esperou o final da etapa para tentar se recompor. Em seu único ataque, um triângulo de mão foi bem defendido pelo australiano. Domínio amplo. 39 x 36 Ortega.

Na última etapa, com a certeza da vitória nas papeletas dos jurados, Alexander Volkanovski administrou e cedeu o domínio do octógono para o oponente que não recuou e, mesmo cansado, atacou a todo momento, chegando a levantar a torcida nos segundos finais com uma sequência de cruzados. Nada, porém, que abalasse o resultado.Domínio amplo. 48 x 46 Ortega.

Acompanhe os resultados do UFC 266:

Alexander Volkanovski venceu Brian Ortega por decisão unânime;
Valentina Shevchenko nocauteou Lauren Murphy no 4º round;
Robbie Lawler nocauteou Nick Diaz no 3º round;
Curtis Blaydes venceu Jairzinho Rozenstruik por decisão unânime;
Jéssica ‘Bate-Estaca’ nocauteou Cynthia Calvillo no 1º round;
Merab Dvalishvili nocauteou Marlon Moraes no 2º round;
Dan Hooker venceu Nasrat Haqparast por decisão unânime;
Chris Daukaus nocauteou Shamil Abdurakhimov no 2º round;
Taila Santos venceu Roxanne Modafferi por decisão unânime;
Jalin Turner finalizou Uroš Medić no 1º round;
Nick Maximov venceu Cody Brundage por decisão unânime;
Matthew Semelsberger nocauteou Martin Sano Jr. no 1º round;
Jonathan Pearce finalizou Omar Morales no 2º round.

Mais em UFC