Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Valentina Shevchenko indica que trilogia com Amanda Nunes é inevitável no UFC

A cada aparição no octógono, Amanda Nunes e Valentina Shevchenko justificam o status de campeãs dominantes e seguem como principais nomes da modalidade feminina do esporte. Como a dupla supera atletas de alto nível com facilidade, a comunidade do MMA, constantemente, pede para o UFC oficializar a trilogia entre as rivais e tudo indica que a número um do peso-mosca (57 kg) da organização possui o mesmo interesse.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, Valentina sinalizou que a terceira luta contra Amanda faz parte de seus planos para o futuro de sua carreira e praticamente garantiu que o novo encontro com a brasileira vai acontecer cedo ou tarde. Apesar da ‘Leoa’ liderar o placar com duas vitórias, a rivalidade entre as atletas permanece em alta, justamente, por conta do equilíbrio dos combates. Vale lembrar que os dois encontros entre as lutadoras foram válidos pelo peso-galo (61 kg), categoria original da baiana.

No primeiro embate, disputado em 2016, a ‘Leoa’ venceu ‘Bullet’ por decisão unânime. Um ano depois, as tops do MMA feminino se enfrentaram novamente, pelo título do peso-galo, e, após uma verdadeira batalha, a brasileira superou a adversária por decisão dividida. Questionado por membros da imprensa especializada sobre a possibilidade do UFC realizar a trilogia entre Amanda e Valentina, Dana White, a principio, negou o interesse na superluta, mas, recentemente, as campeãs se mostraram abertas a um novo encontro.

“Eu sinto que vai acontecer. Será tudo na hora certa, tenho certeza. Não posso forçar alguém a lutar comigo e também não estou com pressa. Apenas sinto que vai acontecer. Se continuarmos com sucesso em nossas categorias, a luta fará sentido. Agora, só me importo em defender o título dos moscas e fazer minhas coisas com coração e de forma sincera”, comentou a campeã do peso-mosca do UFC.

Após a segunda derrota para Amanda Nunes, Valentina Shevchenko, de 33 anos, optou por descer para o peso-mosca e não demorou para se tornar campeã. ‘Bullet’ conquistou o título vago da divisão ao vencer Joanna Jędrzejczyk, em 2018, e, desde então, defendeu o cinturão cinco vezes. No MMA, a atleta do Quirguistão disputou 24 lutas, venceu 21 e perdeu três vezes. Além de Joanna, os triunfos de maior destaque da profissional no esporte foram diante de Holly Holm, Jéssica Andrade, Jennifer Maia e Julianna Peña.

Amanda Nunes, de 32 anos, alcançou o estrelato ao atuar pelo UFC, porém a brasileira também integrou organizações importantes, como Strikeforce e Invicta FC. A baiana estreou pela maior organização de MMA do mundo em 2013 e perdeu apenas uma vez. Pela companhia, a ‘Leoa’ disputou 15 lutas, venceu 14 e superou nomes do calibre de Cris ‘Cyborg’, Holly Holm, Ronda Rousey e Valentina Shevchenko (duas vezes). Não à toa, Amanda é considerada por parte dos fãs como a maior lutadora da história do esporte.

Mais em UFC