Siga-nos
Rigel Salazar/PxImages

UFC

Treinador ignora chance de Jon Jones estrear no peso-pesado do UFC contra Miocic

A estreia de Jon Jones no peso-pesado do UFC ainda não tem data para acontecer, mas tudo indica que será um grande evento. Sem adversário definido, a imprensa especializada especula que o primeiro oponente de ‘Bones’ na nova casa seja Ciryl Gane, Francis Ngannou ou Stipe Miocic e Mike Winkeljohn, treinador do americano, está ciente das opções. No entanto, o profissional já descartou um nome.

Em entrevista ao site ‘Submission Radio’, Winkeljohn negou qualquer intenção de Jones medir forças com Miocic no atual momento. É bem verdade que a superluta entre os atletas já esteve nos planos do UFC, porém não se concretizou. Na ocasião, ‘Bones’ era campeão dos meio-pesados (93 kg) e desafiou o veterano, número um do peso-pesado.

Contudo, como o cenário mudou e a dupla deixou de liderar suas respectivas categorias, a aguardada luta perdeu apelo, de acordo com Winkeljohn. Vale lembrar que, recentemente, Dana White, líder do UFC revelou que Miocic aceitou recepcionar Jones no peso-pesado.

“Isso não me anima e acho que não animaria Jones. Ele quer o principal, o maior desafio. E agora Miocic não está lá. Miocic é incrível, não me interpretem mal, mas Jones quer o maior desafio que existe. É assim que ele pensa. Isso não parece tão empolgante para Jones. Não faz sentido”, declarou o treinador, antes de completar.

“Faz sentido ir atrás do título, porque Jones é o melhor peso por peso de todos os tempos, então por que ele teria uma luta normal? A menos que ele sinta que é preciso se acostumar com o novo corpo. Não acho que ele vá precisar disso. Jones já está se acostumando com seu novo tamanho. Não há necessidade de dar um passo em frente. Jones está pronto e quer um desafio”, explicou.

Sem atuar desde fevereiro de 2020, Jones, constantemente, é criticado por parte dos fãs pela demora para voltar a lutar pelo UFC. Entretanto, Winkeljohn minimizou tal problema, uma vez que ‘Bones’ optou por fazer a migração para o peso-pesado com cautela.

Como os atletas possuem uma vida útil maior do que a dos integrantes das demais divisões e o americano ainda é novo para o padrão da categoria (33 anos), o profissional ressaltou que não vai apressar a estreia de seu lutador. O próprio Dana informou que conta com o astro do MMA apenas em 2022.

“Os pesados ​​podem lutar por muito tempo. Jones poderia tirar três ou quatro anos de folga e ainda voltar nos pesados. O problema é que o esporte continua evoluindo e os lutadores melhorando a cada ano. Você tem que ficar por dentro das novas técnicas. Mas os pesados ​​lutam até ficarem mais velhos. Acho que o tempo está do lado de Jones”, concluiu.

Mais em UFC