Siga-nos
Jeff Bottari/Zuffa LLC

UFC

Taila Santos acusa Valentina Shevchenko de fugir da revanche: “Está com medo”

Última desafiante ao cinturão peso-mosca (57 kg) feminino do UFC, Taila Santos surpreendeu o mundo ao colocar Valentina Shevchenko em perigo no ‘co-main event’ do UFC 275, em junho, e, por pouco, não derrotar a campeã, encerrando, assim, seu longo reinado na divisão, que já dura quatro anos. A brilhante atuação diante da lutadora do Quirguistão fez com que a brasileira sonhasse com uma revanche imediata, mas, ao que tudo indica, o interesse não é compartilhado pela rival.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, Taila disparou contra a campeã e a acusou de estar fugindo de um novo embate dentro do octógono. De acordo com brasileira, número dois no ranking peso-mosca do UFC, Valentina Shevchenko teria recusado enfrentá-la em uma revanche por ter sido ‘exposta’ no primeiro duelo entre elas.

Vale lembrar que, na primeira luta, Taila explorou muito bem as quedas e o controle posicional no solo, chegando a pegar as costas da quirguistanesa e a ameaçá-la com tentativas de finalização. Uma condição de desvantagem a qual Shevchenko praticamente não havia sido submetida em suas defesas de título anteriores.

“Nós temos pedido por lutas sem parar, pedindo pela revanche (com Valentina), na verdade. Tiago (Okamura, empresário) falou com Mick (Maynard) e o UFC, os informou que eu estava bem e treinando. Eles até disseram que Valentina estava correndo. Ela pediu a eles por lutas, mas não contra mim”, revelou Taila, antes de afirmar que a campeã estaria com medo de um novo confronto.

“Todas as garotas dizem que a Valentina é um monstro, mas eu venho dizendo há muito tempo que ela não tem jogo de chão. Eu mostrei que não há razão para temê-la. Eu sabia que ela não aceitaria uma revanche depois daquela luta. Eu a desafiei, de qualquer jeito, mas eu sabia que ela não correria o risco de perder o cinturão dela. Ela não faria uma revanche comigo depois que eu mostrei que ela não era nada demais. Ela está com medo”, concluiu.

Apesar do sucesso no grappling durante boa parte do primeiro combate, Taila Santos acabou derrotada por Valentina Shevchenko na decisão dividida dos juízes. Um choque de cabeças involuntário, que deixou um grande hematoma na testa da brasileira, fez com que o ritmo da desafiante caísse e a campeã tomasse as rédeas do duelo nos minutos finais do confronto, garantindo a ela o triunfo. Por conta do equilíbrio e da boa atuação da catarinense, uma revanche é especulada por fãs e mídia especializada, mas, até o momento, o UFC não definiu a próxima defesa de cinturão da quirguistanesa.

Mais em UFC