Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Strickland afirma que Adesanya não merece revanche imediata contra ‘Poatan’ no UFC

Tudo indica que Sean Strickland não vai deixar Israel Adesanya em paz. Se na coletiva de imprensa pré-UFC 276, evento realizado em julho, o americano tirou o astro do MMA do sério com seu ‘trash talk’, após o revés do mesmo para Alex Pereira no show de número 281, que aconteceu em novembro, em Nova York (EUA), voltou a atacá-lo. Agora, ‘Tarzan’ visa atrapalhar os planos do ex-campeão no peso-médio (84 kg) e opina sobre seu futuro.

No UFC 281, Adesanya chegou ao quinto round da luta contra ‘Poatan’ em vantagem, mas não resistiu aos poderosos ataques do rival, foi nocauteado e destronado nos médios. Como o nigeriano perdeu pela terceira vez para o desafeto nos esportes de combate, Strickland ignorou o período de dominância do mesmo na categoria, que durou de 2019 até 2022, com cinco defesas de cinturão realizadas, e frisou que o justo seria o astro do MMA refazer seu caminho na divisão até estar em posição de disputar o título novamente. De acordo com ‘Tarzan’, a popularidade de Israel tem menos peso do que seu histórico desfavorável diante do brasileiro para justificar a revanche imediata.

“Não está certo. Eles não deveriam ter uma revanche imediata. Você deveria dar uma chance ao próximo cara da fila, mas o UFC faz o que o UFC faz. É tudo uma questão de dinheiro. Eles olham para isso como Adesanya sendo o lutador mais comercial para lutar, mas isso não está certo. Ele não deveria ter a revanche”, declarou o lutador, em entrevista ao canal do ‘YouTube’ ‘The Schmo’.

Sean Strickland, de 31 anos, sofreu o primeiro revés no peso-médio do UFC, justamente, contra Alex ‘Poatan’ e caiu da quarta para a sétima posição no ranking da categoria. No MMA desde 2008, o americano disputou 29 lutas, venceu 25 e perdeu quatro vezes. Os principais triunfos de ‘Tarzan’ foram sobre Brendan Allen, Court McGee, Jack Hermansson, Krzysztof Jotko, Tom Breese e Uriah Hall.

Mais em UFC