Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Sterling critica postura do campeão do UFC Petr Yan: “Uma pessoa de m****”

Uma das rivalidades mais subestimadas por parte da comunidade do MMA é a que envolve Aljamain Sterling e Petr Yan. Antes do duelo realizado em março, em Las Vegas (EUA), o clima entre os desafetos já era hostil. Após o encontro, que terminou de forma polêmica, com o americano sendo coroado campeão do peso-galo (61 kg) do UFC por conta da desqualificação sofrida pelo russo, que aplicou uma joelhada ilegal, a relação entre as partes ficou ainda pior.

Em conversa com os jornalistas durante o UFC 264, show realizado no último sábado (10), em Las Vegas (EUA), Sterling tratou de ampliar o hype para a possível revanche com Yan. Dessa vez, o campeão do peso-galo criticou o russo pela nova polêmica que o mesmo protagonizou. No episódio, o ex-número um da divisão gravou um vídeo, no qual zombava de um morador de rua, o chamou de Sterling e postou nas redes sociais. Imediatamente, uma parcela dos fãs de MMA repudiou a postura do europeu, que apagou o conteúdo, mas o estrago estava feito.

Irritado com a situação, Sterling informou que não se surpreende com o que possa vir de Yan, uma vez que o classifica como uma pessoa ruim tanto dentro do octógono, quanto fora dele e partiu para as ofensas. De acordo com o campeão do peso-galo, parte dos atletas adota um personagem no esporte para gerar interesse nas companhias e atrair o público, mas o russo apresenta um comportamento questionável no ambiente profissional e pessoal.

“Ele é um falador de m****. Ele não é um cara do bem. F***-se aquele cara. Ele não é um cara bom, não acho que ele seja uma boa pessoa. O cara zomba dos sem-teto. Ele não é bom. Eu não odeio ninguém. No final, perseguimos o mesmo sonho, mas quando se trata de pessoas com quem eu gostaria de sair e não me importaria de compartilhar uma cerveja, ele é uma pessoa muito ruim fora do esporte. Seu personagem fala muito sobre quem ele é como pessoa, como indivíduo. Eu sei o que é estar por baixo e trabalhei muito duro para chegar a essa posição. Para ele fazer isso com pessoas que não conhece, pode se f****”, detonou Sterling.

Após se tornar campeão do peso-galo do UFC, o americano foi alvo de críticas do próprio Yan e de uma parcela dos fãs, que o acusaram de valorizar a joelhada ilegal recebida no quarto round. Contrariado com as reclamações, principalmente, do rival, Sterling aconselhou o russo a estudar as regras para não quebrá-las no octógono. Além disso, o atleta contestou a qualidade do desafeto e indicou que o mesmo contou com a ajuda de Dana White para furar a fila da divisão, pois venceu adversários de menor reputação do que os demais tops.

“Aquela foi a pior performance de alguém que eu poderia lembrar em muito tempo. Ele teve a chance de se solidificar e calar as críticas, porque nunca lutou contra um top-5. Eu lutei com três no top-5, venci todos, mas sou o campeão de papel. É irônico, mas acho que isso é uma bênção disfarçada. Eu me sinto bem, me sinto saudável e mal posso esperar para lembrar ao mundo que o que eu fiz não foi por acaso. Ele chegou até aqui com o privilégio de Dana. Mal posso esperar para acabar com isso”, concluiu.

Mais em UFC