Siga-nos
Matt Davies/PxImages

UFC

Rodriguez aceita disputar revanche com Ortega, mas impõe condição: “Pelo cinturão”

O fim um tanto quanto frustrante da luta principal do UFC Long Island serviu para, ao menos, clarear o cenário do peso-pena (66 kg). No evento realizado no último sábado (16), em Nova York (EUA), Yair Rodriguez passou por Brian Ortega, que se machucou durante o combate e ficou impossibilitado de atuar. Dessa forma, o mexicano se consolidou como um dos melhores lutadores da categoria e se aproximou de disputar o título dela, mas reconheceu que o duelo contra o amigo não terminou de forma ideal ou justa.

Ainda no octógono, Ortega, chateado por ser forçado a desistir da luta por conta da lesão ao se defender de uma chave-de-braço aplicada por Yair, pediu para enfrentá-lo novamente quando se recuperar. Em seguida, ‘El Pantera’ concordou em medir forças com o americano no futuro e, na coletiva de imprensa pós-evento, reforçou seu interesse na revanche com o amigo. Contudo, o mexicano impôs uma condição para o novo embate com ‘T-City’ acontecer.

Como Dana White revelou que o UFC estuda a possibilidade de criar um cinturão interino no peso-pena, já que o campeão Alexander Volkanovski está com a mão machucada e deve ficar de fora por tempo indeterminado para se recuperar, Yair deve ser escalado para enfrentar Josh Emmett na disputa pelo título provisório da categoria. Além disso, Ortega, assim como ‘The Great’, deve passar por nova cirurgia e se afastar do octógono para se reabilitar. De qualquer forma, ‘El Pantera’ ressalta que a revanche com ‘T-City’ é justa, consta em seus planos e que pode acontecer no futuro, valendo o objeto mais valioso da divisão.

“Quando fui para o chão, tentei a chave-de-braço e estava pegando com muita força. Acho que no momento em que Ortega estava tentando tirar o braço de lá, o vi fazendo uma careta, então algo aconteceu. Ele agarrou seu ombro e parei de lutar. Percebi que algo estava acontecendo, então o larguei e parei de lutar. Perguntei para ele o que aconteceu e ele respondeu que era algo no ombro. Eu disse a ele logo após a luta, ‘Ei, não se preocupe com isso. Você está bem, você vai ficar bem. Tenho certeza de que vamos nos encontrar no futuro. Podemos lutar novamente. Apenas fique saudável, mas quero te dizer isso, prefiro fazer a revanche pelo cinturão, ao invés de estar em uma situação como essa. Se você e eu vamos lutar novamente, espero que lutemos pelo título'”, declarou o lutador.

Yair Rodríguez, de 29 anos, é um dos grandes nomes do peso-pena do UFC. O mexicano estreou na organização em 2014 e, desde então, acumulou nove vitórias, duas derrotas e um ‘no contest’ (sem resultado). Atualmente, ‘El Pantera’ se encontra na terceira posição no ranking da categoria, mas deve assumir o segundo lugar na próxima atualização. Seus principais triunfos foram sobre BJ Penn, Brian Ortega, Chan Sung Jung, Dan Hooker e Jeremy Stephens.

Mais em UFC