Siga-nos
Natassia Del Fischer

UFC

Robert Whittaker revela motivação renovada após passar por “busca espiritual”

Neste sábado (24), no co-main event do UFC 254, na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi (EAU), Robert Whittaker mede forças com Jared Cannonier, duelo que poderia ter acontecido em março deste ano, no que teria sido o primeiro compromisso do ex-campeão peso-médio (84 kg) depois de perder o cinturão para Israel Adesanya. No entanto, alegando estafa mental pelos anos dedicados ao esporte, o australiano se retirou do confronto dois meses antes de sua realização e se afastou dos treinamentos por um período que o próprio classificou como uma “busca espiritual”.

Agora, já recuperado do sentimento de exaustão, Whittaker revelou – durante o media day do UFC 254 – que a preparação para este combate teve outro andamento, completamente diferente da que o fez perceber que precisava cancelar o duelo de março e se afastar do esporte por um momento. Ainda de acordo com o ex-campeão, o período longe dos treinamentos o ajudou a encontrar a motivação certa para continuar sua carreira.

“Se nós formos para como eu me sentia sobre a luta contra Jared, desta vez é muito diferente. Só pelo fato que eu quero treinar, eu quero lutar, eu quero vencê-lo, eu quero estar aqui. Ao passo que quando eu estava me preparando para a primeira, eu não ligava. Eu estava apenas seguindo o fluxo, fazendo o que eu achava que tinha que fazer. Porque é isso que é se sentir esgotado profissionalmente, você só segue no automático. Então, sim, essa preparação foi completamente diferente da primeira. Mas aquela luta não era para ser, de qualquer jeito. Ele se machucou duas semanas antes de quando nós deveríamos nos enfrentar. Tudo acontece por uma razão (risos)”, brincou o australiano, antes de comentar sobre o período de ‘descanso’ pelo qual teve que passar.

“Foi meio que para entender o que eu estava fazendo e o que eu queria fazer, e como eu queria fazer. Como o jeito que eu estava fazendo as coisas estava afetando outras. É muito complicado colocar em palavras. Eu acho que o jeito mais rápido e resumido de explicar é que eu fui em uma busca espiritual, para (descobrir) como eu queria fazer as coisas, como eu queria estar, o que eu queria fazer, para achar as razões pelas quais fazer certas coisas. Uma vez que eu esvaziei minha mente, tudo se tornou muito fácil. Eu estou fazendo as coisas agora porque eu quero”, afirmou.

Depois do período afastado, Robert Whittaker retornou ao octógono diante de Darren Till, em julho deste ano, e saiu vencedor na decisão unânime dos juízes após cinco rounds disputados, na primeira passagem do UFC pela ‘Ilha da Luta’. Ex-campeão peso-médio da organização, o australiano ocupa atualmente a primeira posição no ranking da categoria, atrás somente do atual detentor do cinturão, Israel Adesanya.

Mais em UFC