Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Rob Font revela que COVID o impediu de aceitar disputa de título interino contra Yan

Após a saída de Aljamain Sterling do card do UFC 267, onde colocaria o título peso-galo (61 kg) em jogo contra Petr Yan, a organização precisou trabalhar com rapidez para encontrar um substituto para o campeão e, assim, salvar o co-main event da edição marcada para o dia 30 de outubro. E assim foi feito. Cerca de 72 horas depois, o Ultimate já havia chegado a um acordo para que Cory Sandhagen se tornasse o novo adversário do russo, em uma disputa válida pelo cinturão interino da categoria, no mesmo evento.

Mas, ao que parece, esta não foi a primeira opção da principal organização de MMA do planeta. Em entrevista ao canal do ‘Youtube’ ‘Middle Easy’, Rob Font – quarto colocado no ranking dos galos – revelou que também recebeu a oferta para substituir o campeão e lutar pelo cinturão interino da divisão contra Petr Yan no UFC 267, mas se viu obrigado a declinar a proposta por ainda lidar com os efeitos da COVID-19 à época.

“Nós recebemos a ligação, mas eu tinha acabado de sair da situação da Covid. Nós não estávamos treinando, então eu não conseguiria aceitar aquela luta. Eu fiquei p***, mas as coisas acontecem por uma razão”, revelou Rob, antes de contar como soube que a oferta também seria feita a Cory Sandhagen.

“Pelo que sei, era meio que só eu e (Cory) Sandhagen. (O UFC) basicamente disse: ‘Hey, nós queremos saber se você vai aceitar, mas nós também vamos oferecer para Sandhagen’. Então, foi uma pena que tivemos que recusar, mas foi bem legal que recebemos a oferta”, concluiu.

Atualmente, Rob Font vive sua melhor fase no octógono do Ultimate. O americano vem de quatro vitórias consecutivas – sua maior marca na organização – e, ao entrar no top 5 da categoria, se colocou de vez na corrida por uma oportunidade de lutar pelo cinturão dos galos. Enquanto não recebe nova oferta, Font terá mais um desafio pela frente diante do ex-campeão peso-pena (66 kg) José Aldo, em evento do UFC marcado para o dia 4 de dezembro, e com um novo triunfo, pode se credenciar definitivamente para uma disputa de título.

Mais em UFC