Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

UFC

Reviravolta! Dustin Poirier finaliza Michael Chandler em luta épica no UFC 281

Sem atuar desde dezembro, Dustin Poirier sofreu, mas confirmou o favoritismo no UFC 281. No evento realizado neste sábado (12), em Nova York (EUA), ‘The Diamond’ lutou contra Michael Chandler e, como parte da comunidade do MMA esperava, o encontro, de fato, foi épico e com direito a reviravolta. Após passar por momentos delicados no octógono, o ex-campeão interino do peso-leve (70 kg) da companhia se impôs e conseguiu finalizar o rival no terceiro round.

Com a importante vitória, Poirier se recupera da derrota para Charles Oliveira e se recoloca na corrida para disputar o cinturão do peso-leve do UFC pela terceira vez. Por outro lado, Chandler, novamente, foi derrotado por um atleta gabaritado. Pela companhia, ‘Iron’ venceu Dan Hooker e Tony Ferguson, mas sucumbiu diante de ‘Do Bronx’, Justin Gaethje e ‘The Diamond’.

Dustin Poirier, de 33 anos, é ex-campeão interino do peso-leve do UFC e um dos atletas mais condecorados na história da categoria. No MMA desde 2009 e no Ultimate dois anos depois, ‘The Diamond’ venceu nomes importantes como Anthony Pettis, Bobby Green, Carlos Diego Ferreira, Conor McGregor (duas vezes), Dan Hooker, Eddie Alvarez, Jim Miller, Justin Gaethje, Max Holloway (duas vezes) e Michael Chandler. Atualmente, o americano é o segundo colocado no ranking da divisão e possui um cartel composto por 29 vitórias, sendo 22 pela via rápida, sete derrotas e um ‘no contest’ (luta sem resultado).

A luta

O primeiro round foi intenso como se esperava. Conhecido pelo seu ritmo frenético nos primeiros cinco minutos de combate, Chandler atacou Poirier com tudo, encurralou o rival e acertou duros golpes, como socos na cabeça e chutes na linha de cintura. ‘The Diamond’ sentiu a força do oponente, mas resistiu com bravura. Após ser quase nocauteado, Dustin não se abalou com o atraso tomado e, nos segundos finais, aplicou uma blitz em Michael e por pouco não o nocauteou.

No segundo round, Chandler aproximou e derrubou Poirier. Por cima, ‘Iron’ atacou e, ao mesmo tempo, se recuperava dos danos sofridos no final do primeiro assalto. Nas costas do adversário, Chandler tentou a finalização, mas perdeu a posição. Mesmo assim, ‘Iron’ seguiu atacando ‘The Diamond’ e quase nocauteou. Em clara desvantagem, Poirier fez de tudo para sobreviver aos poderosos socos de Chandler.

Na terceira parcial, Chandler adotou a mesma estratégia de buscar a queda e chegou a erguer Poirier no ar, porém, no solo, cometeu um descuido fatal. ‘The Diamond’ conseguiu reverter a posição, foi para as costas do oponente e, rapidamente, o finalizou.

Confira os resultados do UFC 281:

Dustin Poirier finalizou Michael Chandler no 3º round;
Chris Gutiérrez nocauteou Frankie Edgar no 1º round;
Dan Hooker nocauteou Claudio Puelles no 2º round;
Renato ‘Moicano’ finalizou Brad Riddell no 1º round;
Ryan Spann nocauteou Dominick Reyes no 1º round;
Erin Blanchfield finalizou Molly McCann no 1º round;
Andre Petroski venceu Wellington Turman por decisão unânime;
Matt Frevola nocauteou Ottman Azaitar no 1º round;
Karolina Kowalkiewicz venceu Silvana Gómez Juárez por decisão unânime;
Michael Trizano nocauteou Choi Seung-woo no 1º round;
Montel Jackson venceu Julio Arce por decisão unânime;
Carlos Ulberg nocauteou Nicolae Negumereanu no 1º round.

Mais em UFC